PR JES decepcionado com os serviços de Tchize dos Santos

Luanda - A inoperância do Grupo de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional da Administração (GRECIA) teve como pano de fundo/culpado a agência Semba Comunicação governada por Tchizé e o seu irmão Paulino dos Santos (Ambos filhos do Presidente República).


Fonte: Club-k.net

JES fábrica culpados em defesa do fracasso da Semba Comunicação

Como é de conhecimento geral o grupo (GRECIA) com um orçamento anual de US$50 milhões de dólares subcontratou a agência de marketing Semba Comunicação pertença dos filhos do presidente com a paradoxa e difícil empreitada de divulgar quer a nível nacional como internacional os feitos do partido do MPLA e do Presidente da República José Eduardo dos Santos que governa o país a 32 anos.


Filosoficamente falando os mentores do projecto GRECIA contrataram o Semba Comunicação por ter granjeado o “mérito” no círculo do presidente como uma das poucas “empresas especializadas para assistência técnica nos domínios da concepção, execução e avaliação das acções de divulgação institucional, a nível interno e externo, no âmbito das tarefas orientadas”


Portanto, Eduardo dos Santos, acreditou e ordenou que os filhos vulgos utentes do “know how” em Angola estariam em condições  de controlar a todo custo os órgãos do estado com o intuito de propagar as mestrias do MPLA em tempo real -integral, em directo, com frequência e abundantemente-.


Palestras, colóquios, publicidade, participar nos debates nos órgãos sócias do governo, realização de maratonas e outros princípios de marketing político seriam os métodos a ser usados pela equipa da Tchize. A materialização desta empreitada não teve bases científicas e reais se considerarmos que as massas –povo - não participaria directamente nestes eventos. Seriam unicamente os próprios membros do MPLA a aderirem a estes eventos. Por outra, um número considerável da população deixou de acreditar nas informações divulgadas nos órgãos do estado.


Portanto, é oportuno salientar que o Semba Comunicação omitiu o alvo principal a alvejar. A título de exemplo, o grosso dos estudantes angolanos, políticos, académicos e não só têm as redes sócias como fontes primárias de informação.  Portais como o Club-k.net e outras redes como Facebook e twitter são as fontes por excelência dos angolanos. A Semba Comunicação não só “barrou” os órgãos privados em cobrir os seus eventos como omitiu em providenciar informações sobre os seus programas de acção. Consequentemente, as instâncias internacionais limitaram-se a recolher as ocorrências angolanas nas redes sócias e nos privados.


Thcize dos Santos redondamente  ignorou os órgãos privados e o mundo virtual e acreditou que isoladamente promoveria o MPLA e a “persona” de José Eduardo dos Santos.


O “mito” da possibilidade de inverter o “preto” em “branco” foi garantido por Tchize dos Santos a coordenadora do Semba Comunicação. Como ponto de partida lançou o seu peão Sérgio Neto para cobrir três áreas chaves:

1 - Coordenador e elo de ligação com o GRECIA;

2 - Sérgio Neto passou também a ser membro do grupo de trabalho que coordenaria nas reestruturações administrativas na TPA.
 
3 - No mundo “virtual” o portal informativo do Angonoticias seria o ponto de atracão dos angolanos na diáspora e instâncias internacionais.


Controlando os três pontos acima descritos, Tchize acreditou que as condições estavam criadas para desencadear um ataque sequencial e paralelo que seria coadjuvado com as parcerias existentes com agências de marketing com reputação no mercado internacional que promoveriam campanhas publicitárias em grandes cadeias de televisão internacional como a CNN.


As três falhas da Tchize:

1 - Debilidade e desconhecimento de marketing político;

2 - Debilidade em recursos humanos qualificados;

3 – Debilidade no plano estratégico/Accção e sem punho “estatístico” real.


Em resumo, a elite dos “pensologos” do  MPLA, uma vez mas não participou directamente no projecto que pariu com a contratação de Tchize dos Santos e a sua entourage. Apesar disso, o PR com o intuito de acobertar as debilidades/fracasso e incompetência dos filhos -know how- já deu indícios que sacrificará publicamente os elementos do seu staff que directa ou indirectamente representam a área de informação e propaganda do MPLA. Em termos simples, JES acredita que os erros residem nos membros que coordenaram directamente o projecto GRECIA em particular e em geral aos militantes do MPLA no seu todo. Os primeiros lesados serão:

- Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil, Ministros da Comunicação Social, Administração do Território e das Relações Exteriores e o Coordenador do Grupo G.R.E.C.I.A.


Ponto final: 
Semba Comunicação governada por Tchizé e o seu irmão Paulino dos Santos (Ambos filhos do Presidente República) contratada pelo grupo GRECIA, não esteve em altura de “marketizar” e convencer os angolanos e estrangeiros durante os últimos dois anos sobre as concretizações/feitos do MPLA e ao mesmo tempo “cultivar” positivamente a personalidade de José Eduardo dos Santos.






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

 
 

Direcção consultiva
- Barbosa Francisco  (New York) - IT
- Massano Jorge ( New York) - Editor Principal
- Juca Manuel (New York) - Editor
- Noel Pedro (Lisboa) - Revisor
- Marcos Miguel (Brasil) - Editor
- Júlio Beto - (Holanda) - Editor
- Simão Manuel - (França - Editor
- Juca Fernandes - (Alemanha) - Editor


Telefone: New York: (315) 636 5328

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT