Lisboa - O executivo angolano na pessoa do seu chefe, José Eduardo dos Santos,  aprovou a constituição de uma Comissão de Sindicância para apurar as reclamações sobre algumas irregularidades do funcionamento da gestão do presidente do Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), Paixão António Júnior.

Fonte: Club-k.net

A comissão de Sindicância cujos  trabalhos estão na fase terminal, é encabeçada pelo ministro da económica, Abrão Gourgel. Primeiramente falava-se de um suposto afastamento de Paixão Júnior que seria, por sua vez, substituído por um administrador de nome João António Freire.

As autoridades decidiram conservá-lo no seu  cargo de PCA, e ao mesmo tempo perspectivam injetar mais capitais para esta instituição bancária, para que o mesmo continue a frente da gestão.

 Paixão Júnior é descrito como um quadro com créditos firmados e que goza do apoio da primeira dama, Ana Paula dos Santos. Ao longo da sua gestão, é criticado pelo vazamento de fundos para acções filantrópicas, entre as quais a interesses partidários (do MPLA) e ao Clube Desportivo Progresso do Sambizanga, ao qual preside.

Recentemente, o mesmo ficou com a imagem dilacerada por efeito de anomalias de um jovem quadro, da sua confiança, Ngueve Rangel que seria afastado da instituição.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: