PR remodela inteligência militar

Luanda – O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na qualidade de Comandante em Chefe, procedeu – na última sexta-feira, 21, do mês corrente, em Luanda – a exoneração dos principais responsáveis do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM) e da Contra Inteligência Militar.

Fonte: Club-k.net

Foram exonerados, através do decreto presidencial n.º 91/13, José da Silva Samukonga do cargo de chefe da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa, José João Sebastião do cargo de chefe da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior da Marinha de Guerra Angolana e Francisco Mussua William do cargo de Chefe da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior do Exército.

Acompanhe, por favor, a lista dos OFICIAIS EXONERADOS:
 
- José da Silva Samukonga do cargo de Chefe da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa;
- Paulo de Oliveira do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa;
- Carlos Miguel de Sousa Filipe do cargo de Chefe da Direcção de Guerra Electrónica da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa;
- Luís António do cargo de Chefe da Direcção de Inteligência Militar Operativa da Marinha de Guerra Angolana;
- Víctor Pedro Manuel Muzoi do cargo de Chefe da Direcção de Inteligência Militar Operativa da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa;
- Manuel Francisco Calongo do cargo de Chefe da Direcção de Informação da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa;
- Noé Rodrigues João Magalhães do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Inteligência Militar Operativa da Marinha de Guerra Angolana;
- Justino Lumbungululo do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção Nacional de Inteligência Militar Estratégica;
- Adérito Manuel Nicolau do cargo de Chefe da Direcção de Informação e Análise da Direcção Nacional de Inteligência Militar Estratégica;
- António Francisco Catembo do cargo de Chefe da Direcção de Agentura Militar do Serviço de Inteligência Militar;
- Baltazar Bernardo Francisco Pimenta do cargo de Chefe da Direcção de Informação e Análise do Serviço de Inteligência Militar;
- António Honorato Soudré da Silveira Sabino Gomes do cargo de Chefe da Direcção de Tecnologias de Informação e Comunicação do Serviço de Inteligência Militar;
- António Jorge dos Santos Luís do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Planeamento Estratégico do Serviço de Inteligência Militar;
- Manuel Afonso Peres Neto, do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Agentura Militar do Serviço de Inteligência Militar;
- Jorge Joaquim Mateus do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Administração, Finanças e Serviços Gerais do Serviço de Inteligência Militar;
- Ismael das Dores Sebastião de Almeida do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Informação e Análise do Serviço de Inteligência Militar;
- Raimundo de Cristo Lino do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Tecnologias de Informação e Comunicação do Serviço de Inteligência Militar;
- Alberto Noé Alfredo do cargo de Chefe das Unidades de Vigilância, Observação e Patrulhamento Aéreo (Plataforma Aérea Albatroz, Sonvau e outros);
- Waldemar Graça do cargo de Director da Escola de Inteligência Militar;

Na Contra Inteligência Militar foram exonerados:

- José João Sebastião do cargo de Chefe da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior da Marinha de Guerra Angolana;
- Domingos Baptista do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior da Marinha de Guerra Angolana;
- Francisco Mussua William do cargo de Chefe da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior do Exército;
- Pedro Mbuila João Minguela do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior do Exército;
- Isaac Armindo do cargo de Chefe-Adjunto da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior da Força Aérea Nacional Angolana.

Dentre vários oficiais exonerados pelo Presidente da República, apenas 12 foram nomeados para novos cargos, de acordo com os decretos presidenciais n.º 93 e 94/13.

Carlos Miguel de Sousa Filipe, então chefe da Direcção de Guerra Electrónica da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa, fora nomeado por José Eduardo dos Santos para exercer o cargo de chefe-adjunto do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).

José João Sebastião, antigo chefe da Direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior da Marinha de Guerra Angolana, agora vai ostentar o cargo de director do Gabinete de Formação e Ensino do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).
 
O ex-chefe-adjunto da Direcção Nacional de Inteligência Militar Estratégica, Justino Lumbungululo agora é o novo director do Gabinete de Estudos e Assuntos Jurídicos do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).

Quem subiu mais um degrau é Manuel Afonso Peres Neto que agora passou a responder na generalidade pela direcção de Agentura Militar do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM). O mesmo será coadjuvado por André Bunguidi.

De igual modo, Ismael das Dores Sebastião de Almeida agora passou a responder directamente pela Direcção de Informação e Análise do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).

Raimundo de Cristo Lino agora é chefe da Direcção de Tecnologias de Informação e Comunicação do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM). O mesmo será coadjuvado por Francisco Simão.

Jorge Joaquim Mateus deixa o cargo de chefe-adjunto da Direcção de Administração, Finanças e Serviços Gerais do SISM para Manuel Quinglês, para exercer o novo cargo de chefe-adjunto da Direcção de Planeamento Estratégico do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).
 
Pedro Mbuila João Minguela agora responde directamente pela Direcção de Contra Inteligência Militar do Exército, e tem como adjunto Felisberto Coragem Reis.

Enquanto Domingos Baptista assume também na totalidade a direcção de Contra Inteligência Militar do Estado Maior da Marinha de Guerra Angolana. E tem como adjunto António Paulo Basílio.

Por outro lado, o chefe do executivo indicou Julião Joaquim Manuel para o cargo de chefe-adjunto da direcção de Contra Inteligência Militar da Força Aérea Nacional.
 
Ainda nesta senda, José Eduardo dos Santos nomeou (através dos decretos presidenciais n.º 95 e 96/13), Paulo de Oliveira para o cargo de chefe da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa (DPIMO) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM), e será coadjuvado por Manuel Francisco Calongo, ex-chefe da Direcção de Informação da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa.

O ex-chefe das Unidades de Vigilância, Observação e Patrulhamento Aéreo (Plataforma Aérea Albatroz, Sonvau e outros), Alberto Noé Alfredo agora é responsável máximo da Direcção de Guerra Electrónica da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa (DPIMO) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).

Manuel da Costa Paim passou a responder directamente pela direcção de Inteligência Militar Operativa da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa (DPIMO) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).

André Horácio Filipe fora nomeado para o cargo de chefe da Direcção de Informação e Análise da Direcção Principal de Inteligência Militar Operativa (DPIMO) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).

Enquanto, Noé Rodrigues João Magalhães agora é o novo chefe da Direcção de Inteligência Militar Operativa da Marinha de Guerra Angolana, e será coadjuvado Luís dos Santos.

Lino João é o novo chefe da Direcção Principal de Inteligência Militar Estratégica (DPIME) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar, e tem como adjunto Bernardo André.

Finalmente, Pedro Xavier Cangoma é o novo chefe da Direcção de Informação e Análise da Direcção Principal de Inteligência Militar Estratégica (DPIME) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar. E Amarildo da Gama Dias de Elvas é nomeado (Decreto Presidencial n.º 97/13) como o chefe das Unidades de Vigilância, Observação e Patrulhamento Aéreo (UVOPA) do Serviço de Inteligência e de Segurança Militar (SISM).





Debate este tópico, deixe o seu comentário:



Debate este tópico nas redes sociais:

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental... Leia mais...

Mais ...

Envie Artigos, Fotos e Vídeos para o Club-K

Anúncios Publicitários

Regras para Submissão de Comentários

Galeria de Fotografias

Galeria de Vídeos

Contactos:

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Angola : (+244) 943 939 404 

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • EUA: (+1) 347 349 9101 

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

Siga-nos no Facebook, Twitter e YouTube para receber novidades do Club-K.

INSERE O SEU E-MAIL