Elsa Luvualu, activista da UNITA que aderiu ao MPLA

Luanda  – É originaria da  Gabela e ao  tempo da sua infância fez parte da “alvorada”, uma organização de pioneiros da UNITA, equivalente a OPA do MPLA.  Na fase adulta da sua vida, trabalhou como secretaria de  um influente sindicalista Pascoal Luvualu.  Ela contava com 16 anos de idade e tendo em conta a diferença de idade, nada os impediu de embarcarem para uma relação de que resultou,  em duas crianças.

Fonte: Club-k.net

Luvualu,  que se tornara seu  esposo, era uma importante figura do regime em que cujo  Bureau Político do MPLA fazia parte. Ele esteve também nos Congos.  Nos primeiros anos, após a morte de Agostinho Neto, ligou-se a Eduardo dos Santos e este por sua vez  chegou a efectuar visitas  privadas  em casa do casal para troca de impressões da rotina política do país.  Elsa Luvualu,  a esposa do sindicalista, era uma jovem que teve de desligar-se das suas  convicções políticas por efeito de um “pacto” com o esposo de que ela já mais revelaria as suas afinidades, a UNITA, enquanto estivessem juntos.


Depois de   vários anos,  após o falecimento do  esposo, a mesma se reaproximaria a UNITA  tendo reingressado em Fevereiro de 2008. Tornou-se numa militante activa  e logo aseguir foi catapultada para o  executivo da LIMA.


Em Maio de 2011, foi detida em Luanda, por fazer parte da primeira manifestação convocada por um anônimo on-line destinada a amedrontar/derrubar  o regime do Presidente José  Eduardo dos Santos.  Chegou a ser intimidada por um alto oficial  da polícia nacional, Dias do Nascimento.  Passou uma noite na  esquadra  da polícia tendo saído  com sinais de feridas, nos braços,  por causa das algemas. 


Após a sua soltura foi notada nela, incentivo em continuar com a luta contra o regime angolano e  em diversas vezes foi convidada a tomar parte de iniciativas políticas com realce a uma ação promovida pelo Bloco Democrático no "Chá de Caxinde". Ao mesmo tempo dedicou-se a pratica de escultura , um passatempo favorito.  Na véspera do último congresso da UNITA, foi ela que pintou parte das estruturas do condomínio do partido em Viana.


Em 2012, fez parte das listas dos candidatos a deputados pelo maior partido da oposição. Alega-se que terá se desalegrado por o seu nome ter se encontrado numa posição (na casa dos 50), em desvantagem. No decorrer de desabafos insurgiu-se contra a posição de Miahela Webba na lista alegando que ela teria feito mais em relação à colega. Teria também ficado na contramão quando contava com a sua nomeação como Ministra do Ambiente do governo sombra da UNITA. 


Muito recentemente esteve numa actividade dos festejos natalício da LIMA. Porém, de acordo com dados convergentes, a mesma encontrava-se   ao mesmo tempo em contactos  com uma ala do MPLA, conotada  ao Secretario para os assuntos urbanos,  Bento dos Santos “Kangamba”.  Há rumores de que  para a sua adesão ao partido no poder,  incluiu a uma oferta de 30 mil dólares americano, uma viatura e uma  residência.

Alude-se que Elsa Luvualu terá aceite  as propostas em decorrência de dificuldades a que vinha tendo após ter vendido em Benguela,  caimões deixados pelo malogrado esposo e de ter perdido o local onde vivia com os filhos.






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

 
 

Direcção consultiva
- Barbosa Francisco  (New York) - IT
- Massano Jorge ( New York) - Editor Principal
- Juca Manuel (New York) - Editor
- Noel Pedro (Lisboa) - Revisor
- Marcos Miguel (Brasil) - Editor
- Júlio Beto - (Holanda) - Editor
- Simão Manuel - (França - Editor
- Juca Fernandes - (Alemanha) - Editor


Telefone: New York: (315) 636 5328

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT