Plataforma de petróleo afunda no Soyo

Soyo - O afundamento de uma plataforma petrolífera ao largo da província angolana do Zaire parece não ter provocado um derrame de petróleo. A plataforma afundou no passado dia 1 de Julho mas pescadores entrevistados no local pela Voz da América disseram não se ter registado qualquer derrame que os pudesse afectar.

Fonte: VOA


Ainda estão por esclarecer as razões do afundamento. Segundo o Jornal de Angola, a base do Kwanda prestou os primeiros socorros e os feridos foram transferidos para Luanda. O acidente já teve reacção do Ministério do Ambiente.

A plataforma é propriedade da petrolífera italiana Saipem, empresa subcontratada pela Chevron para perfurar um poço de petróleo no Soyo. Segundo o Jornal de Angola de estiveram na plataforma, 103 trabalhadores que se encontravam a bordo da sonda “Perro Negro 6”, que se afundou em águas profundas, no município do Soyo, província do Zaire. Uma pessoa está dada como desaparecida e os restantes já se encontram em Luanda.

A "Perro Negro 6", construída em 2009, na Indonésia, estava alugada à companhia o acidente registou-se no dia 01 de Julho deste ano.

Alguns pescadores da Ilha do Ponto Padrão no Município do Soyo, que testemunharam o desabamento da Sonda da plataforma “Perro Negro 6”, não sabem precisar o número de mortes de funcionários nem de danos provocados pela queda daquela plataforma. “Apenas ouvimos que partiu uma perna da sonda” disse.

Outro pescador de nome Alexandre José Juliana o desabamento não criou problemas nas pescas. Contudo disse que no passado tem havido casos de derramamento de petróleo o que acarreta consigo muitos danos nas pescas. A Direcção da Chevron a mesma mostrou-se indisponível para prestar qualquer informação sobre o assunto.






Debate este tópico nas redes sociais:

Comente via Facebook, Hotmail, Yahoo ou AOL!




Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Angola : (+244) 943 939 404 

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • EUA: (+1) 347 349 9101 

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

// TAG FOR ADVERTISEMENT