A carregar...

Ngandu recebe escola e centro de saúde erguidos por Catoca

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Lunda Sul – Com perto de 100 crianças em idade escolar e uma população que ascende a três centenas de populares, a aldeia de Ngandu, nas proximidades de Catoca, recebeu no último mês de Junho, das mãos do seu director geral, Ganga Júnior, uma escola com três salas de aulas e um Centro de Saúde com uma enfermaria com 8 camas, dois berçários, e uma farmácia.

Fonte: Club-k.net

O acto foi testemunhado pela governadora provincial da Lunda Sul para quem “Catoca, com esse gesto, reafirma o seu compromisso de investir no homem”, através da sua responsabilidade social.

“Os verdadeiros diamantes são essas crianças que devem aproveitar da melhor forma esses equipamentos sociais e estarem à altura de dirigir o país”, disse Cândida Narciso, ladeada pelos seus colaboradores mais directos.

Luis Sakalomgo, o soba da comunidade, agradeceu Catoca pela instalação da água, escola e centro de saúde, solicitando às autoridades governamentais outros equipamentos como um centro infantil comunitário, ambulância e posto policial, preocupações que a governadora disse “ter tomado boa nota”.

“Saímos daqui com a noção de que o nosso parceiro Catoca fez o seu máximo, e, sendo o governo o responsável pela instalação de bens sociais nas comunidades, tudo faremos para contemplar a aldeia com residências para professores e enfermeiros, soba e outras benfeitorias”, enfatizou.

Ganga Júnior, o director geral de Catoca, pediu à população para que preserve os equipamentos erguidos na comunidade de modo a permitir que o bem-estar se expanda a outras pessoas e aldeias.

O responsável fez saber que a construção de infra-estruturas escolares e hospitalares constam do programa de responsabilidade social da quarta maior diamantífera do mundo, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida da população, sobretudo no processo de ensino e aprendizagem e de assistência sanitária.

“Sem educação e saúde não há futuro promissor. Solicito a comunidade no sentido de preservar este património de modo a que possa ser usado por mais pessoas”, disse, reiterando que “Catoca vai continuar a envidar esforços com o governo da Lunda Sul para minimizar as dificuldades que ainda vivem as populações locais”, ilustrou.

A escola do Ngandu que possui três salas de aulas, gabinetes para professores e directores, WC´s e ainda uma arrecadação, conta igualmente com uma biblioteca com mais de 500 títulos, entre livros académicos, lúdicos e manuais para professores.

Mais de 30 árvores foram plantadas dentro e fora da escola pelos presentes, testemunhando assim o compromisso dos dirigentes e da comunidade com a natureza.

Quer a escola como o Centro de saúde serão geridos pelas estruturas governamentais, pelo que um protocolo de doação e gestão foi rubricado entre Catoca, a comunidade e o Governo da província.

No âmbito da sua responsabilidade social, Catoca ergueu escolas, sistema de captação e purificação de água, centros infantis comunitários e jangos comunitários nas aldeias de Sambaia, Luenda, Muandonji-Caxita, Muatoyo-Sakaxima e Ngandu e, juntamente com o governo provincial, caritas e fundação brilhante, providencia merenda escolar a mais de 30 mil alunos das escolas primárias de Saurimo.

Ainda com o governo da província, desenvolve o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Económico e Social (PADES) da Lunda Sul, vocacionado ao cultivo da mandioca, fruticultura e piscicultura, sendo beneficiárias as comunidades locais.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

-2 anonimo 18-07-2013 12:30 #5
vale a pena um na mao do que, dois a voar diz um ditado. muitos patroes tem possibilidades de fazerem muitos mais. infelizmente congelam seus dinheiros fora do pais, e de agradecer a iniciativa de catoca
-2 Anônimo 17-07-2013 21:27 #4
Ainda têm dúvidas sobre a competência do DG do Catoca? Está aí a prova de que os quadros da casa(ENDIAMA) têm qualidade e são capazes de fazer coisas maravilhosas em vez dos paraquedistas que hoje comandam a própria ENDIAMA. Deus nos livre do Diabo chamado Sumbula que está a fazer grandes medras e o patrão dele a bater palmas.
+1 londrino 17-07-2013 15:39 #3
um aldeia com perto de 100 criancas em idade escolar e uma populacao ascende a tres centenas de populares com um Centro de Saude com uma enfermaria com 8 camas,dois bercarios, e uma farmacia"de faz de conta" pro ingles ver,loucura vai ser mais faciel chamar este Centro de Saude de Casa do matador dos pobres do que um Centro de Saude e pra dar mais raiva a governadora provincial da Lunda-sul,Candi da Narciso chama os miudos de"verdadeiros diamantes" hoje ja,estamos mal esses gostam de brincar com populacao em Angola.
-2 Kauston 17-07-2013 13:08 #2
Bom gesto.
+3 Ngabuila 17-07-2013 11:10 #1
O povo não xtão a pedir o impossivel,mais os dereitos Humanos Basicos,k traxe,paz, desenvolvimento ,justiça, para todos,e não só uma fachada,para o boy dormir.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL