A carregar...

Polícia matou jovem inocente, dizem famliares e amigos

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 2.00 (2 Votos)

Luanda - “Quero justiça,” é o grito desesperado de uma mãe cujo filho foi alegadamente abatido a tiro a sangue frio por agentes da Brigada Anti-Crime. Domingos Sozinho, de 20 anos de idade foi a enterrar nesta quarta-feira. A morte do jovem é atribuída a indivíduos da Polícia Nacional pertencentes aquela brigada. O incidente terá ocorrido numa festa autorizada pela secção da cultura no município de Viana.

Fonte: VOA

Segundo Elizeu José Fernandes, sobrevivente dos disparos, que foi atingindo com um tiro na perna esquerda, foram agentes da Brigada Anti-Crimes, trajados de farda azul escura e com a face encoberta que dispararam sobre os jovens.

Os jovens começaram a gritar em protesto contra a recolha coerciva do material de som, de uma festa, os jovens gritaram. Em resposta a polícia fez vários disparos atingindo mortalmente um cidadão e ferindo vários indivíduos.

“Dentre os que apanharam tiro além de mim, o que sei de concreto é que houve um jovem aqui que o tiro entrou nas vistas e saiu da nuca,” disse Fernandes, acrescentando que já apresentou uma queixa na polícia local, e o número do processo é 5086/13V.

“Ontem quando vieram me visitar me disseram que há uma jovem que apanhou um tiro no peito e acabou por morrer no hospital,” acrescentou afirmando que ainda no hospital onde foi fazer o curativo deparou-se com um quarto jovem que terá sido atingido de raspão na nuca.

Fineza Kambele, mãe de Domingos Sozinho reafirmou ter sido a polícia quem matou o seu filho. Quando se deslocou à unidade policial mais próxima não lhe foi dado atendimento. “Fui a policia e estão a me dar só voltas, disseram-me primeiro vai enterrar seu filho e depois vem para fazer a queixa” disse

A Voa contactou Aristófanes dos Santos, porta-voz do Comando Geral da Polícia Nacional, que disse não ter conhecimento da ocorrência. A mãe do malogrado, Fineza Kambele, pede justiça por partidas autoridades do país. “O que eu quero é justiça porque o meu filho não roubou”, frisou.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Rosa 24-07-2013 16:12 #35
Senhor arstidi a policia está a vingar -se da morte de colegas no Cacuaco que tem medo é melhor fugir para tugas
0 Fuma 24-07-2013 16:08 #34
Festas de babá sentiram o peso dos policias criado para repor ordem nos bairros de luanda
0 CUNANGA 24-07-2013 16:05 #33
Tu és tugia vai já hoje mesmo estás a mais cá em angola
+1 angolano na tuga 24-07-2013 09:47 #32
uaué Angolé... ainda dizem para nós voltarmos... coragem irmãos, prefiro sofrer na terra do outro que na minha propria terra...
+1 CARIANE 23-07-2013 14:20 #31
MEUS PESAMOS
-1 BuLa 23-07-2013 10:24 #30
FOI BANDIDO, A POLICIA NÃO MATA INOCENTES, ELA COMPROVA E VERIFICA TODOS ACTOS QUE PRATICAM, FOI GATUNO E UM DOS LUGARES PARA MORAR OS BANDIDOS É NO CEMITÉRIO, DEIXEM DE COMENTARIOS MALEFICOS CONTRA POLICIA.
+1 jofre 20-07-2013 12:07 #29
A policia esta mata as pessoa por ecomenda , não sabem resolve nada não se pedi 1000 kz nos taxista
+1 adão correia 20-07-2013 11:53 #28
meus pesamos
-1 Agostinho B. Sacato 20-07-2013 05:12 #27
NÃO
SERÁ QUE MUDANDO DE REGIME VENHA SER A MELHOR OPÇÃO,PARA SOBREVIVERMOS DESTAS MORTES SEM COMETERMOS?
-1 AFAMADO 19-07-2013 22:07 #26
O problema de angola não esta so na policia, mas em todas estruturas tanto do executivo quanto do estado, que no fundo não existe já estamos praticamente num feudo do kota jes e sua camarilha.
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL