A carregar...

Falar menos e fazer mais, lema do novo governador do Namibe

1 1 1 1 1 Como classifica este artigo? 0.00 (0 Votos)

Namibe - O recém nomeado governador do Namibe, Rui Falcão, disse que é preciso “falar menos e fazer mais” para se resolver os problemas do Namibe.

Fonte: VOA

Falcão disse que não basta fazer promessas sendo necessário efectuar os trabalhos necessários para se resolver os problemas que afectam a província. Falcão tem estado a visitar diversas zonas do Namibe para se inteirar dos problemas locais.

O município piscatório do Tombwa, antigo Porto Alexandre, que no passado colonial foi o pólo industrial do sector de pescas na região e no continente, que garantiu emprego a milhares de trabalhadores angolanos e portugueses, hoje votado a indigência, foi o segundo a ser radiografado pelo governante, depois do município do Namibe, durante os poucos dias na gestão da província.

No encontro de massas, o governador Rui Falcão, disse que a seca não pode e nem deve servir de bode expiatório sobre a degradação social da população. “Temos que ter a coragem de apontar os nossos erros”, disse.

“O município do Tombwa continua a viver males endémicos, problemas que transcendem a seca e que tem a ver com a nossa capacidade de gestão e de administração dos bens públicos, a nossa capacidade de gerar emprego e resolver os problemas dos jovens, a nossa capacidade de continuar o processo de educação destes jovens”, afirmou Rui Falcão.

Para Rui Falcão houve erros crassos que concorreram na má gestão dos bens que deviam reverter a favor da melhoria da vida da população nesta região do território nacional. “Ainda não fomos capazes de resolver todos os problemas que temos, então vamos continuar a fazer o que nos compete, e o que nos compete não é fazer promessas, é concretizar acções”, disse.

Disse ainda que tudo o que foi feito até aqui é pouco para a melhoria da vida da população. Já os sobas e séculos na província dizem que estão a sofrer grande pressão das comunidades que começam a questionar o papel de liderança das autoridades tradicionais nesta província.

Os sobas lamentaram as dificuldades porque o seu povo esta a passar, com maior incidência para a falta de agua. “O povo já não esta a acreditar nas nossas palavras, dizem que nós também estamos a contribuir para a morte da população e o gado, porque o governo não está a corresponder às preocupações que nós, os sobas temos levado às administrações municipais” , lamentaram as autoridades tradicionais.






Debate o tópico nas redes sociais:





Debate no Club-K:


NOTA: Os comentários postados neste portal são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Por favor, leia os Termos de Uso. O Club-K reserva-se ao direito de moderar os comentários suspeitos de conter palavras ofensivas e apagar os que não cumpram as regras.



Comentários Arquivados:



Actualizar comentários 

0 Colono 24-07-2013 09:29 #36
O colonialismo continua só que a diferença e que e entre Angolanos. Então os governadores continuam a cair de paraquedas e nos não temos nada a dizer. Temos que escolher os nossos representantes. kid tens razão meu irmão.Autartica s
0 José Eduardo 24-07-2013 08:22 #35
O problema deste pais esta no centralismo Luanda abocanha todos os fundos e os barões esbanjam de forma irracional. Falta de preparação vai do mais alto nível ao mais baixo nível social. Mas acho que vamos lá chegar daqui a 40 anos . A educação tem ser o nosso maior investimento. Mais val tarde que nunca. Abraço Angola
0 KID 23-07-2013 19:22 #34
LAMBE BOTAS; UM GOVERNADOR TEM DE SER UM TECNOCRATA ALGUEM ELEITO PELO POVO UM VISIONARIO; NAO VOCE Q PASSOU TODA VIDA DEBAIXO DAS SAIAS DO PARTIDO; AUTARTICAS PRECISAM-SE
-2 Tirasono 23-07-2013 06:52 #33
Kota Rui, embora não goste de si, uma coisa sei: não será por culpa sua que o Namibe pouco ou nada fará.
O OGE é uma porcaria e o ZEFE, está nem aí. Se queres fazer algumas coisas boas, fala com os filhos dele, com os generais, e vão constuir algumas cenas para proveito próprio.
Abraço e foste queimado.
+2 Kwenha Kwa Ngungu 22-07-2013 20:45 #32
MANDAVAS BWÉ DE BOCA, AGORA QUEREMOS TE VER AÍ NO NAMIBE
-1 P/ RUI KUNBI 22-07-2013 18:01 #31
M.b.u.b.u.r.r.o como tu só se atura nas 27 semanas de gestação.
Depois desse período de tem, m.b.u.b.u.r.r.o como tu é um pedaço de bosta que polui a crosta terrestre
+1 aldina fonseca 22-07-2013 15:23 #30
malandro, gajo de gajas.
0 RUI KUNBI 22-07-2013 13:10 #29
MULATO SO E BOM DOS 0/5 ANOS DEPOIS NAO VALE NADA .
+1 RUI KUNBI 22-07-2013 13:06 #28
ROUBAR MAIS E FAZER MENOS ISSO E OU QUE ELE QUERIA DIZER FANTACHE
-2 Pela Verdade 22-07-2013 09:30 #27
Seu grande b u r r o
Eu mandei votar no outro comentário e em vez de obedeceres passaste a noite a votar neste?
M a t u m b o
leftCLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

O CLUB-K.net foi fundado aos 7 de Novembro de 2000, e é integrado por jovens angolanos (voluntários), com missão representativa em diversos países e reconhecido a nível internacional como uma organização não governamental.

NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades na sua caixa de e-mail. "Gosta" da nossa página no Facebook para receber novidades na parede do seu perfil no Facebook.

INSERE O SEU E-MAIL