Diplomata angolano na ONU pede demissão

Lisboa – O ministro conselheiro da representação diplomática de Angola junto das Nações Unidas, em Nova Iorque, António Coelho Ramos da Cruz, apresentou há dois meses   demissão do cargo por alegadas razões de dignidade a sua honra.

Fonte: Club-k.net

O pedido de demissão do diplomata angolano é associado a uma sequência de episódios que resultaram na usurpação de competências e desconsiderações que se verificavam naquela missão diplomática.

De acordo com apurações, sempre que o embaixador angolano na ONU, Ismael Gaspar Martins  se ausentasse do posto de trabalho era a sua esposa, Luzia Jesus Gaspar Martins, que se assumia como chefe  interina  daquela  missão diplomática.

Durante este período, o diplomata António Coelho Ramos da Cruz viu as suas competências a serem usurpadas  arrastando-se para um quadro de desvalorização institucional a sua pessoa. Por exemplo,  sendo ele  o segundo homem da hierarquia da missão diplomática nem os cheques, o embaixador lhe deixava assinar atribuindo esta competência a sua esposa, Luzia Martins.

No seguimento do agravamento da situação, o diplomata fez uma exposição ao ministro de tutela explicando as razões que o levariam a demitir-se preferindo regressar a Luanda com a família até aguardar por uma futura colocação diplomática.

Ramos da Cruz  que se encontra em Luanda aguardar por nova colocação,  tem a reputação de ser um quadro reputado. Desde o ano passado que manifestava sair para   evitar outras situações mais complicadas conforme se argumenta em meios diplomáticos em Nova Iorque.

 







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

Infográficos