José Eduardo dos Santos tem que clarificar acordos com a China, dizem juristas

Luanda - Juristas angolanos disseram que o Presidente José Eduardo dos Santos tem que explicar os acordos que assinou com a China, tendo um deles afirmado que o chefe de Estado pode estar a violar a Constituição da República.

*Manuel José
Fonte: VOA

De particular importância é o acordo sobre a concessão de terras a empresas chinesas como garantia de empréstimos, a acreditar em várias fontes, apesar do silêncio do Governo.

O jurista David Mendes considera que o Presidente da República tem limites que a Constituição estabelece para qualquer negociação que queira manter e que tenha a ver com a República de Angola.

"É a soberania o limite último que o Presidente da República tem de respeitar sob pena de incorrer no crime de alta traição", disse Mendes que acrescentou ser urgente que a Assembleia Nacional indague José Eduardo dos Santos sobre os termos das negociações com a China, sobretudo a ligada à terra.

“A Assembleia Nacional devia discutir a questão das terras que é muito serio e todos nós temos responsabilidades e devemos prestar atenção", acrescentou.

Outro jurista, Salvador Freire, acredita que o que aconteceu recentemente na China foi muito grave e assemelha-se ao que o colonialista português fez no passado.

"Estão a vender-nos assim como o colono fez e eu não posso permitir que em pleno século 21 vendam as minhas terras com a minha família a minha honra”, disse.

“Actos como estes deviam ter a permissão à Assembleia Nacional", concluiu.

Por seu lado, o jurista Nzola Bambi, considera também que "estas conversações com a China, em que os próprios deputados deveriam ter o poder de intervir,é uma situação sui generis".

 







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

Infográficos