A Missão de Samakuva, ainda não terminou - Victor Hugo Ngongo

Luanda - Depois da morte em combate do seu presidente e fundador, o saudoso Dr. Jonas Malheiro Savimbi, que foi um líder carismático e homem de extraordinárias qualidades humanas, a UNITA elegeu o Isaías Henrique Ngola Samakuva ao cargo de presidente no seu 9o Congresso Ordinário e reelege‐o nos dois congressos seguintes. Samakuva, tem dirigido o partido com sabedoria e mestria. É muito por sua grande capacidade de liderança e de homem honesto que o partido se tem agigantado cada vez mais, tornando‐se hoje nessa máquina que preocupa o regime, não obstante a contribuição de todos membros da sua direcção...

Fonte: Club-k.net

Enquanto militante do partido, sou dos que acha que, Isaías Henrique Ngola Samakuva deverá manter‐se a frente dos destinos do partido, candidatando‐se a mais um mandato, pois o momento político do país mostra que precisamos de um líder de sua estatura, para manter o partido, uno, forte e convincente. Esta minha ideia, viu‐se reforçada com as declarações do Sr. General e Deputado a Assembleia Nacional Abílio Kamalata Numa, quando anunciava a sua intenção de se candidatar a presidente do Partido no próximo Congresso (que saúdo), previsto para Dezembro/2015 e que a dado momento do seu pronunciamento disse e cito – “Temos que estar conscientes de que o presidente Samakuva devia representar o partido nas eleições de 2017, porque foi ele quem trouxe o partido até aqui”. Essa afirmação, subentende que, o, pré‐Candidato Numa reconhece em Samakuva mais competência e capacidade para levar avante os desafios a que o partido se propõe.

As políticas levadas a cabo pelo Partido que sustenta o Governo em Angola, bem como as responsabilidades históricas que pesam sobre a UNITA, a luz do nosso passado recente, inspiram‐me a renovar a confiança e exprimir ao Dr. Samakuva que a maioria dos angolanos, em geral e, os militantes da UNITA em particular, entendem que a missão do substituto de Jonas Savimbi afrente do Partido, ainda não terminou.

A História provou que depois de várias tentativas às eleições Presidenciais do seu país, a frente do Partido Trabalhista, o sindicalista Luís Inácio Lula da Silva conseguiu fazer‐se eleger e realizar o sonho de milhões de brasileiros, reduzindo a pobreza e a fome aos níveis mais

baixos da história do país do Samba. Luís Inácio Lula da Silva foi reeleito e a sua sucessora também. A causa pela qual se bateu durante anos triunfou graças a sua humildade, dedicação e interacção com os mais necessitados.

O Dr. Samakuva ao longo do seu mandato, mostrou‐se um defensor acérrimo da identidade política da UNITA, que não se confunde com qualquer outro compromisso ou agenda, pois a agenda da UNITA em si, já é um compromisso com a paz, liberdade, Democracia, Respeito Pelos Direitos Humanos, Solidariedade, Justiça Social e Ética na Política.

A candidatura do Presidente Samakuva ao cadeirão máximo do Partido no XII Congresso responde a esta ansia de consolidar as conquistas alcançadas e concretizar o objectivo da tomada, controle e exercício do Poder Político em 2017. Lembro‐me que em 2003 fomos muitos os militantes que incentivamos o Presidente Samakuva a avançar, pois víamos nele uma figura equilibrada, de consenso, dedicada, honesta e conciliadora, para o momento que o partido e o país atravessavam. Aproveito lembrar aos que tencionam pôr em causa a democracia na UNITA que só o facto de existirem vários candidatos, é prova de que a democracia no Partido funciona e este aceita a diferença de opiniões e a disputa eleitoral interna na base do respeito.

Por isso, tal como em 2003, aceitou o desafio de substituir o saudoso fundador, Dr. Savimbi, espero que aceite mais este desafio de concluir a missão de libertar a terra e os homens das tendências de neocolonialismo, da corrupção e da exclusão. Os militantes da UNITA e o povo angolano contam com a sua prontidão e deles terá todo o apoio.

Tal como o caminho está aberto aos outros presidenciáveis, considero legítima a minha e a petição de muitos quadros para que o Dr. Samakuva continue com esta missão a testa do Partido e conduza a caravana da mudança em 2017, já que a sua recandidatura, não viola os Estatutos do partido.

Victor Hugo S. Plineo Ngongo







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

Infográficos