Ministro diz que compra de vestidos da filha a USD 200 mil foi uma invenção do Club-K

Joanesburgo - O "Clube" K, um obscuro "meio de comunicação" por via internet, publicou recentemente um artigo com o título em letras garrafais: "FILHA DE MINISTRO COMPRA VESTIDO DE 200.000 USD".

Fonte: Facebook

Quem se deve demitir é quem dolosamente publicou tão grosseira  mentira


Foi uma manobra jornalística bem "conseguida" (entenda-se: "bem suja".).

 

Se notar com atenção, nem o artigo do próprio "Clube" K nem o vídeo que junta, fazem referência a algum vestido no valor de 200.000 dólares. Mas as pessoas guiam-se pelo título garrafal e ficam impressionados (Talvez até eu ficasse, salvaguardado o respeito por quem tem posses e delas faz uso a critério próprio...).

 

Pudera!!!!! Um só vestido? Só se fosse de ouro ...

 

Ou só se a noiva tivesse colocado vinte vestidos uns sobre os outros, ao mesmo tempo!!!!!!

 

Ou seja, não existe nenhum vestido de 200.000 na situação em causa !!!!!

ESSA É A MENTIRA DO ANO DO "CLUBE" K E SUAS GENTES!!!

Aliás, ambos (artigo e vídeo) fazem é referência a vários vestidos e vários adereços para casamentos ou seja, os vestidos de noiva e de acompanhantes e vestidos e adereços para a loja que foi aberta recentemente em Luanda (conforme ilustram as imagens).

 

Mas o "Clube" coloca o título "FILHA DO MINISTRO COMPRA UM (UM) VESTIDO DE NOIVA DE 200.000 DÓLARES" e as pessoas já nem sequer prestam atenção ao conteúdo do artigo. Até mesmo alguns jornais e jornalistas, de quem não se espera a mera reprodução, qual papagaios, de uma informação, sem prévia confirmação dos factos tal como recomenda a deontologia jornalística!

 

Agora, se pudesse haver dúvidas sobre as intenções, o segundo artigo é claro: O MINISTRO UTILIZOU FUNDOS PÚBLICOS, acrescenta leviana e irresponsavelmente o "Clube" K. Por outras palavras, "ROUBOU". Ou seja, milhares de famílias angolanas da classe média compraram, nestes anos, casa própria de valor aproximado, por defeito ou por excesso, ao referenciado, com fundos próprios ou recurso ao sistema bancário e o "Ministro" necessita de recorrer ao "Fundos públicos" para o efeito!

 

E os seguidores do "Clube" K completam o coro: SAO FUNDOS DO EMPRÉSTIMO À CHINA !

 

Outros, associam o assunto à presente escassez de divisas, quando a transação foi feita há mais de um ano atrás (passe o pleonasmo). Por volta de Março de 2014.

 

Outros, então, relacionam o assunto com as bolsas de pobreza que ainda existem no país. A tese aqui parece ser: os actuais governantes da Grécia não usam gravata, então em Angola, como ainda há bolsas de pobreza, todos devem, "em solidariedade", andar de tanga, rotos ou maltrapilhos... Deve ser interessante visitar os obscuros "escritórios" do "Clube" K para constatar o exemplo que dão, a este respeito!!!!!

 

Neste ambiente, algumas pessoas já nem olham o lado positivo que é trazer para o nosso País uma estilista de renome internacional que, assim, coloca Angola na rota da moda MUNDIAL, ao lado de Nova Iorque, aumentando o prestígio internacional de Angola e colocando à disposição das noivas angolanas (e retirando argumentos aos noivos), opções de elevada qualidade, sem terem que gastar dinheiro em viagens ao exterior. Mas essa gente só está satisfeita com quem fala mal de Angola, do seu Presidente, do MPLA e do "Governo". E, é evidente que, neste caso, pretende-se indirectamente atingí-los também.

 

Claro que este é apenas um segmento das necessidades do mercado, mas Angola necessita de investimento e diversificação da economia...

 

E o "Ministro" tem necessidade de se "vender" por 200.000 dólares, valor de quase um 4X4?

 

Demitir-se? Quem se deve demitir é quem dolosamente publicou tão grosseira e artificiosa mentira e induziu em erro centenas de cidadãos de boa-fé. Onde está o tal vestido de 200.000 dólares?

 

Fazer prova dos rendimentos? A lei estabelece os mecanismos e, no que nos diz respeito, a Declaração de Rendimentos está em dia e sob custódia dos órgãos para o efeito constitucionalmente competentes.

 

Os meus agradecimentos a todos quantos se mantiveram inabaláveis perante esse gesto e manobra inqualificáveis, com fins ainda por esclarecer (em momento e foro próprios).

 

Francamente, ao "Clube" K e seus pares, bem me apetecia convidar a minha "PÂRA" para lhes responder com a linguagem que, parece, melhor entendem. Entretanto, a minha cultura, as minhas responsabilidades e o meu "berço" nem isso permitem.

 

SHAME ON YOU (Tenham vergonha na cara), "Clube" K e seus pares!!!

 

E não digam depois que se trata de perseguição política ou coerção contra a "liberdade de imprensa" porque isso não se encaixa no meu carácter. Mas brincadeira tem hora...

 

Se pretendem alguma medalha das "liberdades", dos direitos "humanos" ou das "primaveras @@@@@@s", sigam outro caminho!!!!!

 

Estou a analisar com serenidade as opções para o tratamento desta questão.

 

Foi-me sugerido não responder a tão baixa e hedionda provocação.

 

Apenas estou a fazê-lo, não para os seus irresponsáveis autores, mas em honra ao respeito que me devem os cidadãos honestos desta nossa ANGOLA e os milhares de amigos das redes sociais.

 

Bornito DE SOUSA

(Desde Johanesburgo, em trânsito para Angola, proveniente da Conferência dos Governos Locais da COMMONWEALTH em Gaborone, Botswana).

 

 







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook







Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • Buffalo / EUA: (+1) 347 349 9101 

  • New York /USA: (+1) 315 636 5328

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL

Infográficos