Luanda - 1. O Conselho de Governadores do MISA-Angola tomou conhecimento, através da comunicação social independente, da detenção do seu membro Domingos da Cruz, ocorrida no passado dia 20, simultaneamente com um grupo de activistas cívicos reputados em assumir a liberdade de expressão mediante o exercício afoito do direito à manifestação.

 

  1. Apesar das diligências que vêm encetando, ainda não chegaram ao contacto com o mesmo.

 

  1. Nem a genérica comunicação posterior do Ministro do Interior na Rádio Nacional elucida, se não se está a ferir, outra vez, a presunção de inocência, consubstanciado em prender primeiro para investigar de seguida.

 

  1. Nem tão pouco tal comunicação se importou referir a normalidade das condições de detenção do nosso membro e seus colegas, ao passo que fontes coincidentes denunciam execráveis maus tratos, perigando até a vida.

 

  1. O Conselho de Governadores do MISA-Angola, reclama a salvaguarda da dignidade humana a Domingos da Cruz, mesmo na sua condição carcerária.

 

  1. Insta o Ministro do Interior se digne exibir, serenamente, o detido aos jornalistas independentes, para confirmar a sua integridade física e saúde e seus companheiros face aos rumores insistentes, que não se vão dissipar com a exclusiva ostentação do poder prepotente.

 

A credibilidade da paz, da estabilidade e da democracia emergente desaconselha a recorrência de selvajaria da era colonial fascista.

 

Luanda, 24 de Junho de 2015

O Presidente do Cons. de Gov.

Alexandre Solombe



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: