Washington – O Ministro das relações exteriores de Angola, George Rebelo Chicoty exonerou nesta  terça-feira (3), o Secretario Geral daquela instituição, Eduardo de Jesus Beny, tendo o substituído por Samuel Andrade da Cunha, o diretor  para Ásia e Oceania do ministério.
 
Fonte: Club-k.net
 
Em desobediência a uma ordem da Presidência da República
 
Eduardo de Jesus Beny - que foi por outro lado nomeado para exercer as funções de diretor da para Ásia e Oceania - é citado como tendo tomado conhecimento da sua exoneração no momento em que se realizou a tomada de posse do seu substituto. As circunstancias  que ocorreram a mesma   o terão deixado melindrado acabando por não tomar posse  no novo cargo.
 
 
Em meios abalizados, considera-se que a rotação efectuada pelo ministro das relações exteriores foi feita em desobediência a uma ordem da Presidência da República, datada de 31 de Março, que proibia o governante a não realizar nomeações/exonerações 
 
 
 
A referida proibição ao ministro era justificada  para facilitar os trabalhos de uma comissão Ad Hoc coordenada pelo Casa Civil do PR  que tem a missão de estudar e propor a redução e redimensionamento das Missões Diplomáticas e Consulares angolanas no Estrangeiro.
 
 
 
 “Com vista a não agravar a situação actual das missões e com vista a facilitar as suas tarefas  fica  interditado ao MIREX, até autorização expressa do titular do poder executivo, a admissão  de pessoal, nas estruturas centrais ou externas, bem como proceder ou aprovar qualquer plano de rotação, ou qualquer transferência de funcionários em missões diplomáticas e consulares ou destas para a sede e vice-versa”, le-se no documento que o Club-K teve acesso, na altura.


DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: