Luanda –  O MPLA está a ser criticado e  acusado   de  colocar, na ultima sexta-feira (12), material de propaganda eleitoral  do seu candidato João Lourenço no perímetro do  jardim pertencente a  Paróquia do São Domingos (Nossa Senhora de Fátima) , no bairro Nelito Soares, em Luanda.
 
Fonte: Club-k.net
 
Lei eleitoral proíbe propaganda em  locais de culto
 
A propaganda do MPLA neste local viola a linha d), do artigo 69, da Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais quanto aos Locais interditos ao exercício de propaganda política. A lei diz que “é interdito o exercício de propaganda política em: a) unidades militares e militarizadas; b) instituições públicas; c) instituições de ensino; d) locais de culto; e) hospitais e estabelecimentos similares.”
 
 
A Igreja Católica em Angola ainda não tomou uma posição pública sobre a conduta do MPLA em colocar propaganda perímetro da sua paroquia. Apenas alguns crentes que queixaram-se pelo facto de se ter também colocado colunas de música para uma eventual maratona caracterizada pela promoção de bebidas alcoólicas.


DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: