Luanda - O termo ou lema Pais Democrático de Direito, é uma catástrofe proferir estes dizeres em um Pais como Angola, onde a democracia está muito longe de ser alcançada. Termos estes só serve para tentar agradar a comunidade internacional que tem acreditado nisso. Para frisar, não existe democracia num país onde não se aceita a diversidade de opiniões e de escolha, todo povo está amaldiçoado em aceitar os princípios ditados pelo MPLA, uma vez que está força política vem dizendo que é o “POVO e o POVO é o MPLA”, todos aqueles que tiverem opiniões contrárias são mal vistos e em muitos casos perseguidos em todas as vertentes.

Fonte: Club-k.net

O MPLA é o causador de todas as manipulações que têm acontecido neste País, tem o hábito de incentivar a violência e de culpar os seus opositores. Basta que os seus adversários manifestem descontentamento sobre algo, o MPLA estará ai para transformar tudo em violência. Toda a reclamação proferida por qualquer força da oposição, sempre é transformada pelo MPLA como acto de desordem, manipulando a população de formas a desacreditar os outros. Razão pela qual as manifestações neste País dito Democrático não têm lugar.

 

Porque permitiram a criação de mais partidos, se eles mesmos não podem reclamar, de preferência voltarem ao partido único.

 

Com o MPLA a governar Angola, este País ficará cada vez mais perdido, onde o seu povo é burro, analfabeto, atrasado, conformistas, que vem pensando que as riquezas de Angola são do MPLA. Tudo neste país é bajulação, as Instituições Públicas só funcionam para dizer que estão a funcionar, elas nem satisfazem os interesses da população e nem cumprem com os tantos decretos e leis que regula as suas actividades, tudo é bajulação. Principalmente a Impressa que têm transmitido dia-a-dia estupidezes, os jornalistas são medíocres tudo que fazem é agradar o seu partido, levando ao ar informações desnecessárias para o povo, criam programas de debates tudo para dizer que estamos a discutir os fenómenos que o País vive.

 

A Impressa tem passado em muitos casos, informações de militantes de outras forças políticas que ingressam ao MPLA, mas nunca passa os do MPLA que ingressam noutras forças ou mesmo abandonam o partido. Que Impressa é que só mostra os defeitos dos outros e não de todos, o jornalista deve ter a missão de dizer que o MPLA está errado neste ponto e neste, mesmo até nas entrevistas e debates as perguntam que são dirigidas para membros do MPLA são banais sem pressupostos jurídicos e sociais, o que tem acontecido é que as inquietações da oposição são as que servem de pergunta.

 

Na maioria dos factos todos que trabalham nas Instituições Públicas, principalmente os Órgão de Segurança do Estado são os pioreis “BAJUS”, formam-se para dizer que estão a se formar, ascendem aos postos não por competência mas sim pelo cartão de militante e bajulação a favor do partido, com pensamentos bastantes caducos, porque até os de topo obrigam aos demais funcionários a aderirem ao MPLA. Em Angola não existe escolha própria, inclusive as pessoas não possuem raciocínio próprios, todos devem pensar as mesmas coisas e aderirem aos mesmos hábitos e costumes. O que acontece dentro do Comité do MPLA sucedesse-se também nas, Instituições Publicas ninguém deve apresentar nada contrário só deve aceitar mesmo que seja algo errado.

 

O MININT também é outra instituição com bastante excesso de bajulação do MPLA, basta a parecer informações que o próprio partido cria em forma de violência, logo estará o MININT em prevenções banais. Até agora não se consegue perceber o porque do excesso da Policia em questões de asseguramento para com o seu próprio povo, para POLICIA as outras forças partidárias é que são os INIMIGOS. Dizem ser democráticos, porque tanta Policia nas ruas em situações normais. O excesso de forças polícias nas ruas desnecessariamente tem transmitido estado de preocupação para o povo. É para dizer que, em quanto não existir Países externos para confrontar com Angola, a policia pode parar com está mania de prevenções xenófobas, simplesmente para agradar o MPLA, está toda força policial que tem saído à rua, só deverá fazer em caso de emergência semelhante as que tem acontecido na Europa e não porque o partido vai dar um comício, a filha do presidente vai a loja, o secretario vai a camama ou porque a oposição não quer aceitar os resultados. Para tal devem contratar seguranças privados.

 

E quanto aos comícios todos os efectivos do Interior, Forças Armadas, Estudantes são obrigadas a estarem por lá, para encherem o recinto, razão pela qual os comícios estão sempre cheios, porquê ninguém trabalha e nem se estuda nesses dias. E o povo adora isso.

 

Se um cidadão qualquer vestir as camisas do MPLA nunca será conotado, mas basta vestir as cores de outro partido é logo conotado, principalmente se for da UNITA. Se for um funcionário público ou estudante com linhagens para outra força política ou então o termo mais usado “outro lado” estará a por o seu pão no “Gasóleo”, na escola nunca passará de classe e no serviço a conterá varias situações como; salário não processado, faltas desnecessárias, falte de promoção, etc, que levaram ao abandono do serviço. Razão pela qual, as pessoas mesmo a sofrerem são obrigadas a aceitarem principalmente se for um desempregado e estiver a procura de emprego.

 

Tudo em Angola é feito a favor do MPLA e uma das vertentes mais funcional neste país é o processo de desacreditar os que têm uma visão diferente das coisas. Se por acaso deparares com determinada situação que mancha o MPLA, como por exemplo: falta de medicamentos nas unidades hospitares, má qualidade do ensino, péssima prestação de serviço das Instituições Publicas, Tribunal absolve filho do presidente envolvido em corrupção, todos estes factos por mais que sejam verídicos serão logo transformados em factos falsos, mesmo que exista prova.

 

E logo entra a impressa a fazer o seu melhor papel de bajulação de servir o povo, mostrando a informação que contrarie os factos autênticos e beneficiando o MPLA. A televisão pública de Angola é o centro total da bajulação. O jornalismo e o direito em Angola não servem para o povo mais sim para BAJU. Nunca a comunicação social passará uma informação que contrarie o partido e nunca um Juiz condenará um membro do MPLA, mesmo que tenha matado alguém com os factos provados, se o condenar é simplesmente fachada. Até agora nenhum Governador e Ministro foi a tribunal responder por desvio de fundo, porque quem investiga nunca o investigará, viram investigar e fiscalizar o cidadão normal que estiver a construir sua residência ou adquiriu uma viatura com bastante aberto de barriga.

 

Em seus discursos os seus membros tem o hábito e costume de proferirem que nós construímos as escolas, universidades, hospitais etc..... Pergunta-se! Se todas estás vertentes estivessem nos eixos, que discursos estes membros levariam para o seu povo?

 

Razão pela qual têm investidos em escolas, universidades, hospitais etc..., pessimas para que têm o privilégio de continuarem a construir, nunca realizam algo definitivo tudo é provisório. A Educação só forma indivíduos cada vez mais burros e as Unidades Hospitalares só servem para enviarem as pessoas nas casas mortuárias. Porque os próprios dirigentes e seus familiares não são formados nestas escolas e nem tratados nestes hospitais, tudo por nada é ESPANHA.

 

É só para dizer que actualmente o povo debatesse com a subida exorbitante do saco de cimento, mas o MPLA, a Televisão e o próprio povo que tanto reclama nos becos, ainda não levaram está informação ao ar. O cimento Chinês que importava 1500.00Akz e esteve a ser consumido desapareceu nos finais do mês de Julho tão logo surgi o Tunga cimento angolano a custar 3000.00Akz, até agora desconhece- se as razões da ausência do cimento Chinês e a subida do cimento tunga uma vez que ele é produzido no país, o que significa o produto angolano está a custar mais carro do que o importado.

Este pais e o seu povo precisam de ajuda.

O povo deve ser circuncidado as suas mentes tapadas pelas vestes do MPLA, da burrice, do deixa andar, da falta de capacidade de raciocínio e da corrupção.

Se não for assim, este pais nunca terá rumo nem que vivemos bilhões e bilhões de anos, a história vai sempre se repetir. Caso continuarem assim agradeceria se a Correia do Norte, lançava-vos uma daquelas bombas programadas para o EUA.

VIVA O POVO e o POVO é o MPLA

VIVA A DOMESTICAÇÃO VIVA A BURRICE
VIVA O DEIXA ANDAR VIVA A CORRUPÇÃO VIVA O CONFORMINSMO

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: