Luanda  - O diretor geral da TV Zimbo, Francisco Mendes e o diretor adjunto de informação da TPA, Paulo Julião estão a ser fortemente criticados nas redes sociais por terem participado recentemente na gala de comemoração da vitória do partido MPLA, em Luanda.
 
Fonte: Club-k.net
 
Apesar de ambos não estarem, por lei,  proibidos de pertencer a partidos políticos, os internautas invocam que a presença destes dois profissionais nos festejos do MPLA dá razão a antigas suspeitas em torno da parcialidade com que se têm revelado nos seus  programas de televisão.
 
 
Francisco Mendes conduz um programa de entrevista como muita audiência na TV Zimbo. O mesmo acontece com Paulo Julião   que apresenta o programa “falar claro” da TPA, criado para contrapor ao da concorrente TV Zimbo. 
 
 
Ambos  profissionais  têm em comum o facto de se revelarem inclinados ao regime angolano.  Nas entrevistas feitas aos dirigentes do MPLA, os dois jornalistas e nos seus respectivos programas tendem a ser cautelosos nas questões e evitam colocar questões  tidas como embaraçosas, como a corrupção e o nepotismo. Já no caso de entrevistas aos  quadros da oposição, ambos adoptam uma postura como se o entrevistado estivesse no banco dos réus. 
 
 
Nas recentes eleições, as duas TV foram fortemente condenadas  pelos observadores por adoptarem uma postura de apoio ao MPLA e de descriminação aos partidos da oposição prejudicando assim a avaliação das eleições como justas. 


DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: