Luanda  –  O antigo Director Geral do Jornal de Angola, António José Ribeiro deverá ser despachado para Genebra, Suíça para desempenhar as tarefas de conselheiro de imprensa junto a embaixada de Angola naquele país. Ribeiro já exerceu este cargo, antes de regressar a Angola, em Janeiro de 2007,  para dirigir o único diário estatal angolano. Desta  vez, a iniciativa da sua nomeação foi baseada na vontade do mesmo em regressar a Genebra de forma a facilitar acompanhamento médico a que vai ser  submetido  naquele país. 
 
Fonte: Club-k.net
 
O seu então adjunto, no Jornal de Angola, Victor Manuel Branco Silva Carvalho deverá ser  nomeado como próximo conselheiro de imprensa em Lisboa, em substituição de Estêvão Alberto.  Tal como Ribeiro, o jornalista Victor Carvalho também se encontrava  fora (adido em Harare), quando no ano passado foi convidado para se tornar no numero dois do Jornal de Angola.  
 
 
Nascido e feito homem em Portugal,  chegou à Luanda nos anos 90 como delegado da agência  Lusa. Aqui chegado “descobriu” o seu pai biológico, e acabou por se tornar angolano, não regressando mais  a  Portugal no fim da missão como representante da agência de noticia portuguesa.  Ao desvincular-se da agência Lusa, passou a trabalhar para o Folha-8, até  ser chamado a colaborar no gabinete do então porta-voz da PR, Aldemiro Vaz da Conceição, e mais tarde lançado para a carreira de adido de imprensa. 
 
Brasil 
 
Ainda no seguimento das movimentações ao nível dos adidos deverá também ser despachado para Brasil, como conselheiro de imprensa, João  Rosa  Santos, em substituição de Paulo Mateta, que por sua vez regressa ao país para representar o MPLA, na Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA).
 
 
Antigo  Director do Gabinete de Comunicação e Imagem da Sonangol E.P, João  Rosa  Santos  estava  até às eleições de Agosto de 2017,  colocado como consultor do GRECIMA. É  formado   em ciências sociais. Tem passagem por vários órgãos de comunicação social estatal e já esteve ligado ao Gabinete de Imprensa da Embaixada de Angola em Cuba.


DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: