Luanda - O ministro da Comunicação Social de Angola garantiu hoje que "falta pouco" para que o sinal da Rádio Ecclesia, emissora católica de Angola, seja ouvido a nível do país, restando apenas a "resolução de questões técnicas e administrativas".

Fonte: Lusa

"É um processo que aprofundamos hoje e esclarecemos com os representantes da igreja católica, vimos já todos os passos que devemos dar, definimos todos os passos e metodologias necessárias", disse João Melo.

Em declarações à imprensa no final da reunião que manteve hoje com membros da igreja católica angolana, onde esteve em abordagem a expansão do sinal da Rádio Ecclesia, o governante disse acreditar que "em breve algumas estações provinciais da Ecclesia deverão ser ouvidas".

"Outras levarão algum tempo mais, porque a igreja ainda não dispõe de todos os materiais necessários. É um processo que queremos ágil e estamos a fazer tudo para concretizar esta decisão política anunciada já pelo Presidente da República, em janeiro", referiu.

Para o efeito, recordou o ministro, "há procedimentos que devem ser cumpridos", que serão agilizados.

"A igreja católica é uma entidade milenar, representa grande parte da nossa sociedade, espero dela informação séria, credível e equilibrada e a prestimosa colaboração da igreja na moralização de todo o país", acrescentou.

Por sua vez, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, que também participou do encontro, reiterou a "disponibilidade do Governo angolano" para tratar o assunto Rádio Ecclesia "o mais rápido possível".

"Vamos apenas esperar que as rádios que aguardam apenas pelas frequências as solicitem, porque também temos condições de resolver isso o mais rápido possível e é isso que viemos cá fazer, vermos que condições existem e como podemos trabalhar para satisfazer todas as vontades", disse.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: