Bastidores

Catraio tinha proposta para cargo governamental

Lisboa - Circula em meios próximos ao regime angolano insistentes rumores segundo as quais, o dirigente do MPLA, Miguel Ventura Catraio teria o seu nome na lista de propostas para ascensão a um cargo governamental nas próximas mexidas do aparelho do Estado.

Fonte: Club-k.net

De entre as propostas para o mesmo, alega-se que estaria numa posição secundaria na linha de sucessão ao ministro das finanças Armando Manuel, que perderia o cargo, por efeito da descorberta de um alegado “cambalacho financeiro”.

 

Miguel Catraio é quadro sénior do ministério das finanças e já exerceu funções de vice-governador de Luanda para o sector económico, Secretário Geral da Industria e outros cargos secundários no aparelho de Estado.

 

De acordo com leituras pertinentes, a sua possível ascensão ou regresso ao governo fica comprometida por ele, Miguel Catraio estar presentemente arrolado num escândalo amoroso envolvendo uma amante que por instigação sua, agrediu uma terceira pessoa por razões passionais. O mesmo encontra-se detido desde o dia 24 de Marco, devendo ser apresentado, em breve, a um Tribunal.

Juízes Municipais com restrições

Luanda – O Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ) deliberou que doravante os Juízes Municipais passam a julgar processos em matéria penal, de crimes puníveis até 8 anos de prisão maior, como Tribunal Singular; enquanto não forem criados os Tribunais de Comarca e as condições para admissão de novos juízes que permitirão o funcionamento dos Tribunais Colectivos.

Fonte: Club-k.net

Passam a julgar   crimes puníveis até 8 anos de prisão maior

De acordo com este órgão deliberativo, os Tribunais existentes, deverão continuar a fazer julgamentos como Tribunais Singulares; lembrando que devem continuar a realizar julgamentos nos moldes anteriores até novas instruções.

 

Quanto aos Magistrados não licenciados, o CSMj determina que os mesmos mantêm-se, nesta fase transitória, no exercício de funções até indicação em contrário e exorta todos os Magistrados a continuarem a cumprir exemplarmente com as suas obrigações profissionais e a contribuírem, sem reservas, com o dinamismo no processo de implementação da reforma da justiça em curso.

 

Por outro lado, o Conselho Superior da Magistratura Judicial através da Resolução n.º 2/15 que o Club-K teve acesso designou Inácio Pixão, Anabela Mendes Vidinhas, Maria Manuela Domingos Pitra, Vicente Lubamba Muanza e Mateus Manuel Receado para a constituição do Júri do concurso público curricular para o provimento do lugar de Presidente das Comissões Municipais Eleitorais de Mavinga e Dirico (Cuando Cubango), Luquembo (Malanje), Cameia (Moxico) e Chitato (Lunda Norte).

“Neth” rejeita 100 mil dólares para retirar queixa contra Catraio

Lisboa - Os familiares da jovem Nikilauda Vieira Dias Galiano “Neth”, terão rejeitado uma oferta de 100 mil dólares americanos destinada a retirar a queixa-crime contra o dirigente do MPLA, Miguel Catraio que está detido desde sexta-feira, por haver indícios de que tenha sido o principal instigador da agressão a honra daquela cidadã angolana.

 

 Fonte: Club-k.net

TPA suspeita de apoiar   Miguel Catraio

Terá sido em função da recusa desta oferta, que o assunto foi parar aos órgãos de justiças, encorajado por uma carta de uma plataforma  de mulheres desligadas a OMA, que fora  enviada ao Procurador Geral da República, João Maria de Sousa exigindo justiça.

 

As ações destinadas a abafar o caso é também sentida na forma como os órgãos de comunicação do governo tratam do assunto. A Televisão Publica de Angola (TPA) por exemplo, apresenta o autor moral simplesmente por “Miguel” evitando citar o seu sobrenome (Catraio) ou de fazer alguma referencia de que seja um dirigente do regime, a semelhança do que fazem com pessoas da UNITA ou de um outro partido politico.

 

A conduta da TPA, é suspeita de estar em sintonia com uma estratégia da defesa de Miguel Catraio que segundo circula em meios competentes, poderá defender-se dizendo que não haver provas suficientes de que o “Miguel” citado no vídeo seja o mesmo que atende pelo sobrenome de “Catraio” e ligado ao regime do MPLA, o partido no poder em Angola.

 

Miguel Catraio segundo posição de juristas em Luanda, não pode ser autor moral da agressão por estar claro de que ele tenha ordenado as suas amigas a agredirem “Neth”. O mesmo entrará no processo como instigador mas podendo levar a mesma pena que as agressoras, identificadas por “Jussila”, Neth Nahara, Irina Neto e etc.

Ministro nomeia adidos de defesa

Luanda – O Ministro da Defesa Nacional, João Lourenço procedeu recentemente a nomeação de novos adidos de Defesa junto das embaixadas de Angola acreditados em cerca de 15 pais.

Fonte: Club-k.net

De acordo com o Despacho n.º 3036/15 que o Club-K teve acesso foram nomeados os seguintes oficiais superiores a saber:

Carlos Cunga, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República de Cuba

 

José Pedro da Silva, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República da Zâmbia

 

Júlio Loth Faria Esteves, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República da África do Sul

 

Augusto Alfredo Lourenço, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República Federativa do Brasil

 

Cornélio Tomás Feliciano, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola no Israel

 

Luís Pedro Tomás, Adido de Defesa Adjunto junto da Embaixada da República de Angola no Israel

 

Leonardo Rafael Canhanga, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República Federal da Alemanha

 

Luciano Correia Tchipandeca, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República Federal da Nigéria

 

Rui Nelson Gonçalves, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola no Reino da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte

 

Bernabé José Maria Linguenhe, Adido de Defesa Adjunto junto da Embaixada da República de Angola na República Federal e Democrática da Etiópia

 

Anjo Gabriel Mussa Gime, Adido de Defesa Adjunto junto da Embaixada da República de Angola na República da Tanzânia

 

João Lopes Bernardo, Adido de Defesa Adjunto junto da Embaixada da República de Angola na República do Congo Brazzaville

 

Abel Calunjinji, Adido de Defesa Adjunto junto da Embaixada da República de Angola na República Popular da China

 

Gaspar dos Santos Cardoso, Auxiliar de Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República da Tanzânia

 

Simão António Ripepeto Gonçalves, Adido de Defesa junto da Embaixada da República de Angola na República da Rússia

Deputado da UNITA sofre atentado

Lisboa – O deputado da UNITA, Mfuka Muzemba saiu ileso, de um atentado, na ultima sexta-feira, 24, em Luanda quando se fazia transportar da sua viatura protocolar, nos arredores do bairro Talatona, em Luanda.

Fonte: Club-k.net 

O incidente aconteceu quando uma viatura Toyota vulgo “olhos de gato”, com os vidros fumados, tentou intercepta-lo numa das ruas de talatona por volta das 20h35 da noite. Logo a seguir, os elementos que lhe perseguiam, fizerem dois disparos atingindo os vidros das laterais de trás da viatura da sua viatura de marca Lexus.

 

Nesta mesma noite o deputado Muzemba fez participação junto ao comando municipal da policia nacional da Samba tendo dos agentes solicitado que a viatura ficasse com eles para ser avaliada por um especialista em balística que iria também retirar as balas que se encontram encravadas no automóvel do político.

 

Pela característica dos tiroteios, figuras em Luanda descartam a tese de tentativa de assalto/roubo, uma vez que os marginais na capital do país, não tem como preferências viaturas lexus.

 

Esta semana, o líder da bancada parlamentar da UNITA, Raul Danda mostrou-se preocupado com o que se passou com o seu colega tendo adiantando que a poucos meses atrás um outro deputado do seu partido, Liberty Chiaka, foi alvo de uma tentativa semelhante, nos arredores do Bela Shopping, em Luanda, perpetrado por um efectivo que ao ser apanhado identificou-se como agente dos serviços secretos e que estaria ao serviços do general José Maria.

 

Danda que falava em conferencia de imprensa disse que o seu grupo parlamentar vai fazer uma exposição ao Presidente da Assembleia Nacional, Fernando dias dos Santos para alertar sobre os riscos de vida que os seus colegas estão a ser sujeitos.

Kalupeteka transferido para comarca do Huambo

Lisboa – O líder da Igreja “Luz do Mundo” José Jolino Kalupeteka, foi transferido para a comarca do Huambo, depois de ter passado pelas celas da Direção Provincial de Investigação Criminal (DPIC), daquela província, onde permaneceu três dias desde o momento da sua detenção, nos arredores da Caála.

Fonte: Club-k.net

Foi submetido a sessões de tortura

Na comarca do Huambo, o líder religioso foi mantido numa cela solitária estando proibido de receber visitas e de ir ao pátio apanhar banho de sol. Há informações indicando que o objetivo principal é manterem-no numa situação de isolomento total, propicia a lhe causar distúrbio mental.

 

Recentemente deslocou-se, a província do Huambo, uma equipa de altos funcionários da DNIC provenientes de Luanda, que o interrogou na cela solitária.

 

No incio da semana passada, o pastor Kalupeteka foi submetido a uma sessão de tortura destinada a forçarem-lhe dizer que recebeu ordens da UNITA. Face ao excesso da agressão o mesmo perdeu os sentidos e teve de ser reanimado.

 

Tem também sofrido torturas psicológicas, afim de o forçarem recusar o advogado David Mendes, das Mãos Livres, como parte da sua defesa.

 

Tito Cassule, o Procurador da República na Província do Huambo é o principal entusiasta da legalização da sua detenção e tido como a figura que estaria a impedir que José Kalupetela tenha contacto com os advogados das Mão Livre, que se manifestam disponíveis em ve-lo.

 

O pastor José Kalupeteka foi detido na sequencia de um incidente entre os fieis da sua igreja e agentes da Policia Nacional na Caála. Os seus seguidores teriam morto a paulada três agentes quando estes tentaram algemar o líder religioso obedecendo a uma mandado de captura da procuradoria do Bié. Em reação, um contingente da Policia de Intervenção Rápida com apoio das FAA, deslocou-se ao santuário de Kalupeteka matando centenas de crentes entre mulheres, velhos e crianças.

José Ribeiro abre excepção

Luanda - O Director Geral do Jornal de Angola, José Ribeiro, que se encontra desde, quarta-feira, (22.04) no exterior do país, acabou por “abrir mão” da sua posição de não dirigir palavra aos seus homólogos administradores. Abriu uma excepção e convidou a administradora para os Recursos Humanos , Catarina Cunha , para o substituir durante a sua ausência.

Fonte: Club-k.net

DG rende e entrega o “leme” da empresa

Por norma seria o administrador para a Área Editorial, Filomeno Manaças, que deveria o substituir, já que hierarquicamente é a segunda pessoa na empresa, mas como Ribeiro ignora completamente este antigo quadro do Jornal de Angola, optou por deixar o “leme” com a senhora Cunha, que até há poucos dias não merecia o seu bom-dia.

No despacho que dá conta da sua ausência do país, José Ribeiro não indica o país para onde foi, violando assim as normas laborais. Como nos últimos dias faz viagens supérfluas diz apenas que se ausenta para o exterior, como se lê no documento afixado no placar.

“Deslocando-me para o exterior fica a substituir-me a administradora para os Recursos Humanos, Catarina Cunha,” diz a nota.

José Ribeiro, segundo este portal apurou, terá ido tratar de questões relacionadas com a rotativa que ele próprio comprou já em estado obsoleto, fazendo-se acompanhar nesta viagem de Eduardo Mivo, o administrador para as Finanças e Rui Mapalavela, director técnico.

Para não variar, José Ribeiro, voltou a entregar o poder editorial, a Artur Queiroz, passando por cima de todos os responsáveis angolanos desta área, inclusive do próprio administrador Filomeno Manaças.

 

Jovens que agrediram “Neth” são “garotas de programas”

Luanda – Investigações preliminares em torno do   grupo de jovens que recentemente agrediu  a cidadã Nikilauda Vieira Dias Galiano “Neth”, numa  unidade hoteleira em Luanda, levantam fortes suspeitas de que as mesmas sobrevivem desenvolvendo actividades que se assemelham a de “garotas de programas”.

 

Fonte: Club-k.net 

Acompanham dirigentes do MPLA nas viagens de serviço 

De acordo com as investigações, as mesmas não dispõem de um trabalho fixo pelo que são frequentemente vistas a levarem uma vida de acompanhantes de viagens de dirigentes do MPLA ou de empresários próximos ao regime. Elas também são dançarinas de “danças sensuais”, em festas privadas ou discotecas, em Luanda.

 

Umas das agressoras, Neth Nahara, moradora do bairro Zango, em Luanda, foi vista, no mês passado, numa discoteca, em Portugal, acompanhada de um empresário próximo ao regime. Neth Nahara é tida como a amiga que teve a ideia de introduzir jindungo nos órgãos genitais  da sua chara, "Neth" Galiano. Em meios lhe são próximo a mesma tem se  defendido dizendo que apenas colocaram o jindungo nas laterais e não no interior das partes íntimas da ex-amiga. A outra amiga agressora é Indira  Neto que esta sendo procurada pela Policia Nacional.

 

Estas jovens agressoras fazem desta actividade a sua fonte de sobrevivência razão pela qual, uma delas de nome “Jussila” sentiu-se traída e ameaçada quando soube que a amiga “Neth” Galiano , estaria a fazer-lhe concorrência desleal ao manter relações de proximidade   com o dirigente do MPLA e consultor do ministério das finanças, Miguel Catraio.

Quem Somos

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais

Contactos

 

  • E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • WhatsApp: (+244) 918 512 433 Para uso no aplicativo WhatsApp apenas!

  • Angola : (+244) 943 939 404 

  • Reino Unido : (+44) 784 848 9436

  • EUA: (+1) 347 349 9101 

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.

INSERE O SEU E-MAIL