Ao
 
Excelentíssimo Senhor Bento dos Santos Kangamba, membro do Comité Central do MPLA
 
Assunto: Exposição
 
Excelentíssimo,
 
Nós os moradores e militantes do MPLA, de Viana, Km 14 A, Campo d´Ourique, Sector 4, do futuro Condomínio Viana Village, Quinta Bangawé, até as bombas de Combustível da  Pumangol, vimos por meio desta expor o seguinte:
 
Em 2011, endereçamos uma carta ao Senhor Ministro do Interior, Dr. Sebastião Martins, para que nos ajudasse a resolver a situação de assaltos a que vínhamos e continuamos a sofrer (agora com baixaintensidade) na calada da noite;
 
E como excelente dirigente, o Senhor Ministro Sebastião Martins, prontificou-se e enviou ao nosso Sector 4, a primeira Comandante Provincial da Polícia de Luanda, a respeitada e Excelentíssima Senhora Elisabeth Frank Rank.
 
Em cumprimento das ordens que terá recebido do Ministro do Interior, a Comandante Bety, constatou dos moradores do Sector, que a situação era muito mais grave do que a missiva retratava, pois com a ausência total de efectivos da Polícia, sofríamos ondas de assaltos às nossas residências, violações das nossas mulheres e filhas pelos meliantes, bem como assaltos de automóveis no período nocturno, na nova e escura estrada da Comarca.
 
Comovida que ficou com as informações que recebeu dos moradores do sector 4, a Comandante, prometera que a Corporação construiria meses depois, uma Esquadra Policial no fontenário de reservatório de água, sito na primeira estrada asfaltada, que dá acesso ao Quimbango, por aquela área ser uma das mais atingidas pelos assaltantes, na calada da noite, com o agravante de ser extremamente escura, e devido ao facto de os bandidos até treparem aos cajueiros a espera da primeira vítima, uma prática recorrente.
 
Este ano, (2012), a Comandante, cumpriu cabalmente com a sua promessa, e neste momento já temos um Posto Policial instalado nomesmo local onde reunira com a população do sector 4. Infelizmente, e como sempre fez, o senhor Administrador de Viana, José Moreno, nunca sequer se fez presente ao local, e neste momento, o Posto da Polícia, está às escuras, por falta de Energia Eléctrica e de um gerador, situação que nos impede de ali nos deslocarmos, quando às noites sofremos assaltos.
 
Senhor Bento dos Santos Kangamba, nós os moradores, pensamos que esta situação pode ser facilmente contornada, pois no Sector 4, há um ano foi instalado um Posto de Transformação da EDEL, e até foram feitas ligações de cabos de energia nos Postos de transporte, por uma empresa chinesa, faltando apenas a ligação de cabos para os postaletes das nossas residências.
 
Mas, até ao momento, o PT da EDEL não entra em funcionamento devido a existência de um Posto de Transformação privado, cujos proprietários são membros da Comissão de Moradores, liderados pelo Senhor Nelson, o Presidente da Comissão de Moradores, e os senhores Nando e Rui (um mulato), que têm inviabilizado que o PT da EDEL entre em funcionamento.
 
 
Senhor Bento dos Santos Kangamba, os proprietários daquele PT privado, comercializam a Energia Eléctrica a preços extremamente especulativos (um crime). O contrato, está estimado no valor de 1.200 USD, sem os postes de Paus, nem os cabos, e os poucos consumidores que acederam ao contrato, pagam mensalmente cerca de 3 a 4.000, Kwanzas (umroubo).
 
 
Senhor Bento dos Santos Kangamba
 
Sendo o senhor o nosso último recurso, porquanto já endereçamos cartas aos Senhores PCA da EDEL, José Manuel, e ao próprio Administrador de Viana, José Moreno, e muito pouco fizeram, com o agravante de continuarmos a ser vítimas de assaltos às noites;
 
Solicitamos que o senhor Bento Kangamba intervenha para que o PT da EDEL entre em funcionamento, e se proceda a ligação da energia eléctrica às nossas residências, bem como  se ilumine o Posto Policial, para que possamos também sentir que não votamos em vão, e que “crescer mais para distribuir melhor” também se refere a nós termos acesso a esse bem que é a Energia Eléctrica.
 
Cientes de que desta vez o nosso clamor será ouvido, aproveitamos o ensejo para agradecer a Sua atenção, e queira aceitar os nossos modestos Cumprimentos.
 
Luanda, aos 06 de Setembro de 2012.
 
Os moradores e militantes do MPLA, de Viana, Km 14 A, Campo d´Ourique, Sector 4, do futuroCondomínio Viana Village, Quinta Bangawé, até as bombas de Combustível da  Pumangol.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: