Lubango – Hoje sou forçado a reconhecer, que algumas pessoas nesta província e município do Lubango, vivem sem rumo, porque as suas actividades profissionais estão sem norte. Tudo por se esquecerem ser a “política uma navegação”, e por assim ser, não faz sentido o extremar de posições, alimentar especulações, boatos, fofocas e outros adjectivos que não devem ser aposta de alguém que tem como uma das ocupações, além de professor é desenvolvimento de negócios por empresa própria.

Fonte: Club-k.net
Para responder a um arrazoado de insensatez, com o título: “HUÍLA EXEMPLO DA INCOMPETÊNCIA POLÍTICA” assinado por Dr. Elias Chivangulula, estou a pensar e a tentar encontrar semelhança se o Senhor é o autor de uma outra matéria, com o título: “SINFO JOGA PESSSOAS NA FENDA DA TUNDAVALA”.

Senhor Chivangulula o programa “Angola Investe”, é programa muito sério que o INAPEM e o Centro de Serviços da Huíla esta a executar dentro de regras claras e orientações dimanadas superiormente, porque grande maioria das MPMEs privadas que funcionam no sector formal da economia, estão neste momento descapitalizadas, debatendo-se com graves problemas de liquidez e de solvabilidade.

Por isso orgulho-me do meu Partido e dos seus dirigentes, pois é em função disso que em contra partida há muitos dos empresários do sector formal faliram e alguns optaram por funcionar somente no sector informal, porque vêem-se menos submetido aos constrangimentos da “burocracite”, da corrupção e tráfico de influências e da falta de benefícios fiscais. E são exactamente aqueles adjectivos que você me acusa.
    
Senhor Chivangulula sem quaisquer recalcamentos, convido-lhe aparecer nos meus serviços e trazer pontualmente a sua empresa, ou, as empresas dos seus amigos, e verificar “in loco” porque de tanto inconformismo, e outros calvários/inferno que enumeras, os meus telefones particulares, tornaram-se públicos e atendo a qualquer hora e onde estiver.

Quanto aos calvários/infernos por si numerados, pela idoneidade e responsabilidade, não comento. Qualquer dia chegará você próprio a respectiva verdade e conclusão, porque penso não é correcto associarmos acto e práticas particulares com Instituições partidárias ou públicas/estatais, isto não vincula.

Ninguém, mais ninguém mesmo, é absoluto o suficiente para se colocar diante das pessoas como “rei da razão”. Cada um é um devemos sim, expôr as nossas posições sem acatar aquilo que não dominamos, porque o seu certo pode ser meu errado e vice-versa.

Estejamos unidos na diversidade política. Defendamos a democracia e a paz as instituições democráticas. Os nossos dirigentes, sempre no âmago das leis e normas alcançadas ao longo desta década de paz.

Vamos unir as causas, vamos unir as forças, todos à luta por um país com direito à vida e liberdade de quem pensa diferente. O objectivo é ampliar os ganhos e temos uma boa governação que sustenta a democracia que funciona, pressuposto para uma boa gestão dos fundos públicos em benefício de todos.

Que haja transparência e responsabilidade perante os cidadãos que colocam os líderes naqueles lugares de direcção porque acaba por ser bom, para o estado e para o funcionamento do governo, e é também bom para o desenvolvimento económico.

Para terminar estou aberto em LHE receber Senhor Elias Lourenço Chivangulula.

Lubango, 18 de Outubro de 2013.

Com a maior atenção

Dr. G. L. BENTO



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: