India - 1-     Em 2012 concorremos para uma bolsa de estudo com destino a ĺndia, apusermos  seleccionados assinamos um contrato de licenciatura equivalente á  5 anos ,postos  na ĺndia apercebemo-nos de que  o contrato anteriormente feito não está a ser cumprido ,porque nesta altura estamos a fazer bacharelato.

 Fonte: Club-k.net

2 -     Nas vésperas das ferias de verão  deste ano fomos a direcção do Instituto Nacional e Gestão de Bolsa de Estudos(INAGBE) e nos reunimos com o Director Geral   da mesma , Vossa  Ex.  Sr.Moisés Kafala , ficamos surpriendidos ao ouvir do proprio Director deque não tem conhecimento dos factos ou seja que os estudantes supostos a fazer Licenciatura estão a fazer o  bacharelato.

3 -     Aproveitamos o momento para mostrar o nosso desagrado por parte do INAGBE, visto que mesmo cá na India existe uma grande disparidade no que concerne  no tratamento dos estudantes, uma vez que  os estudantes de outras cidades  tem usufruído de boas condições ou estádia  que outros estudantes não tem beneficiado.

Exemplo: Nós estudantes do  Estado de Punjab Cidade de Ludhiana não nos beneficiamos do curso de inglês (ou seja um ano de língua .ao contrario que os outros estudantes tiveram a oportunidade de escolher os seus cursos.

Os estudantes de outros estado estudam em universidades  de maior qualidade de ensino e com boas  condições de estádia abaixo mencionado:   Alimentação, Lavandaria, Hostel, Piscina etc, enquanto que os  estudantes de Punjab (nos) estudamos em colégios sem as mínimas condições de ensino, uma vez que os laboratório não funcionam em condições, e os professores não oferecem garantias de bom ensino , pois  muitos dos professores  tem dificuldades na lingua inglesa e são autenticos racistas.

4 -     No passado dia 07 de Outubro do ano em curso, nos reunimos  com o Senhor  JOSE  A. SANTOS  o Consul angolano na ĺndia acompanhado de outros membros da Embaxada , na mesma reunião foi abordada que  a embaxada poderia entrar em contacto com o INAGBE para  requerer um oportunidade de mestrado para os estudantes e se retificar o erro anteriormente cometido por parte do INAGBE.  

5 -     No dia seguinte após a reunião,  recebemos informações vindo da Embaixada  que num curto espaço de tempo receberemos uma visita dos membros do Ministério do Ensino Superior e do INAGBE  para uma reunião de caracter importantecom os estudantes bolseiros na ĺndia.

No dia 29 Outubro do ano em curso, deslocamo-nos para  a cidade de Nova Delhi para reunirmos com a delegação acima mencionado, nesta mesma reunião  em cabeçada pela Ex. Senhor  Secretário Geral do Ensino Superior , os estudantes tiveram a oportunidade de expor  os  seus problemas, problemas esse que não tiveram respostas sensatas uma vez que o senhor  Secretário Geral do Ensino Superior respondeu dizendo:  nem todas as perguntas serão aqui  respondidas  porque nem tudo depende de mim ,e que também fomos victimas.

Desta feita , concluimos que  os membros do Ensino Superior e do INAGBE não mostram interesse  em resolver os nosso problemas acima mencionados.

6 -     Atendendo os problemas que nós estudantes de Punjab  temos vivido sugerimos o seguinte:

a)     Atendendo o erro cometido pela derecção do INAGBE, solicitamos ao INAGBE que nos deia a oporunidade de frenquentar  o mestrado. 

b) Sugerimos  ao INAGBE que não envie mas estudantes nesta cidade, porque não tem condições de Ensino e Habitabilidade. E por outra, os estudantes seleccionados  teram de ter o conhecimento dos cursos que na qual estaram selecionados para nao suceder o mesmo conosco.

OBS: Esta carta está ser acompanhada pelo comprovativo do contrato assinado pelos estudantes  referente à licenciatura.

                           Gratos pela atenção.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: