Lisboa – A ex- ministra do planeamento, Ana Afonso Dias Lourenço foi reconhecida como alguém, do sexo oposto, em Angola, que reúne requisitos para perfilar no grupo de putativos “quadros presidenciáveis” que podem um dia substituir o Presidente José Eduardo dos Santos, na chefia do Estado angolano.

Fonte: Club-k.net

O nome da ex-governante e membro do Comitê Central do MPLA, foi “testado” este final de semana na RNA, por um dos seus analistas, o jornalista Victor Silva. Silva, propõe uma lista com nomes que no seu ponto de vista, estão na linha de sucessão presidencial em Angola. Avançou nomes como o de Manuel Vicente (actual Vice-PR), João Lourenço (Ministro da Defesa), Bornito de Sousa (MAT), Higino Carneiro (Governador de Luanda), Pitra Neto (Ministro do MAPESS), Paulo Kassoma (responsáveis dos quadros do MPLA), Fernando Dias dos Santos (Presidente do parlamento) e por fim apontou um nome feminino que foi o de Ana Dias Lourenço.

 

Actualmente, a trabalhar como administradora  no Banco Mundial em Washington, Ana Afonso Dias Lourenço é  formada em Economia pela Universidade António Agostinho Neto e possui formação complementar em Gestão, Análise e Avaliação de Projectos. Do seu curriculum destacam-se ainda os cursos de Gestão de Políticas Macro-Económicas no Instituto de Desenvolvimento Económico do Banco Mundial.

 

No seu percurso profissional constam os cargos de chefe do Departamento de Investimentos do Ministério do Planeamento, de técnica superior responsável pelos Programas de Desenvolvimento da Província de Benguela, directora nacional e coordenadora dos Projectos de Reabilitação de Infra-estruturas financiados pelo Banco Mundial.

 

Entre 1997 e 1999 exerceu o cargo de vice-ministra do Planeamento e foi duas vezes presidente do Conselho de Ministros da SADC, enquanto Angola assumiu a presidência da organização regional. Foi governadora de Angola para o Banco Mundial e coordenadora nacional dos Fundos FED.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: