Luanda - No âmbito das tarefas da observação eleitoral nacional do ObEA, vimos através deste comunicar que vai acontece no dia 17 de Agosto, no Hotel Fórum, dás 09H00 ás 14H00, o encontro de especialistas, supervisores e membros da Missão de Observação Eleitoral do ObEA para distribuição dos observadores de longa duração e de curta duração dentre os 500 observadores credenciados pelo ObEA e das demais Organizações e Associações Não Governamentais angolanas que cooperam com o ObEA beta tarefa da cobertura eleitoral do dia 23 de Agosto/17.

Fonte: ObEA

A Missão de Observação do ObEA estabeleceu uma equipa de observadores para área nacionais constituída por especialistas em questões de matérias eleitorais, jurídica, politica e gênero que vão realizar visitas e encontros com os Órgãos e estruturas da Comissão Nacional Eleitoral, os Candidatos, Partidos Políticos, Coligação de Partidos Políticos concorrentes nas Eleições Gerais de 2017; encontros com o Tribunal Constitucional, a Procuradoria da Republica e o Ministério da Administração do Território com objetivo de objetivamente avaliar a organização e condução do processo eleitoral nesta fase. Também, esta estabelecido equipas observadores para áreas das 18 províncias que vão realizar actividades de visitas locais as actividades de campanha politica, a preparação das Assembleia de Voto, a consulta dos eleitores das Mesas de Votação com objetivo de acompanhar o ambiente eleitoral, a educação cívica eleitoral, a garantias e o respeito dos direitos civis e políticos fundamentados na Constituição da Republica, e a participação dos jovens, das mulheres e dos grupos minoritários no processo eleitoral.

 

O Observatório Eleitoral Angolano (ObEA): É um consórcio de organizações não governamentais (ONG) nacionais, de deliberação, de concertação e de conjugação de esforços entre as organizações, que o integram, no âmbito das tarefas ligadas à educação cívica e eleitoral, monitorização e observação eleitoral domestica a nível nacional. Tem como Missão trabalhar no engajamento da sociedade civil e dos agentes eleitorais para os processos eleitorais, credíveis, participativos, livres transparentes, justos e pacíficos.

 

O ObEA associa 48 ONGs nacionais cujo Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais e Democracia (IASED) é Coordenador Nacional fundador desde 2011; este modo, no âmbito das suas tarefas e missão, cujo objetivo é de reforçar a credibilidade e a transparência do processo eleitoral angolano.

 

Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais e Democracia em Luanda, aos 16 de Agosto de 2017

O Director Executivo

Luís Jimbo

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: