Cidade da Guatemala – Roxana Baldetti foi condenada por fraude, tráfico de influência e associação ilícita em contratos do governo.


Fonte: Exame


Burlou 17,8 milhões de dólares

A ex-vice-presidente da Guatemala Roxana Baldetti foi condenada nesta terça-feira a 15 anos e meio de prisão por fraude, tráfico de influência e associação ilícita em relação a um contrato do governo para limpar um lago poluído, no primeiro de vários julgamentos que ela enfrenta.


Uma comissão de juízes acusou Roxana, de 56 anos, que está presa desde 2015, por seu papel no contrato para a compra de produtos químicos para limpar o Lago Amatitlan, localizado cerca de 25 quilômetros ao sul da Cidade da Guatemala.


O contrato de 17,8 milhões de dólares foi concedido à M. Tarcic Engineering, uma empresa de Israel, mas depois que 2 milhões de dólares foram pagos pelos serviços investigadores perceberam que o dinheiro havia sido transferido para contas bancárias de empresas de fachada e indivíduos que mais tarde foram acusados de fraude, disseram procuradores.


Investigadores descobriram que os produtos químicos eram essencialmente água com sal, o que levou o caso a ser apelidado de “Água Mágica”.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: