Lisboa – O ministro do comercio, Joffre Van-Dúnem Júnior está ser interpretado como estando fazer um levantamento do passivo (PERCOM e PRESILD) deixado pelos seus antecessores para de seguida propor medidas a eventuais casos conflituosos.

Fonte: Club-k.net

A interpretação tem como fonte o Despacho n.º 4911/18, datado de Setembro, em que o governante invoca “a necessidade de apurar a real situação em que se encontra as infra estruturas comerciais sob controle e responsabilidade do seu ministério e promover a sua inscrição no patrimônio do Estado.”

 

Para o efeito, segundo o documento em posse do Club-K, o ministro criou um Grupo de Trabalho para proceder o Diagnóstico, Avaliação e Consolidação da situação das Infra-Estruturas Comerciais integradas no domínio do Programa de Expansão da Rede Comercial (PERCOM), no Programa de Reestruturação do Sistema de Logística e Distribuição de Produtos Básicos à População (PRESILD) e todas outras sob responsabilidade e controlo deste Ministério e propor medidas de soluções para os casos conflituosos.

 

O grupo é coordenado pelo consultor do ministro para as atividades comerciais, e integram ainda os responsáveis da direção nacional do comercio interno e serviços mercantis, Secretaria Geral, Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística (GEPE), Gabinete Jurídico. Foi dado a este grupo de trabalho o prazo de 60 para apresentar resultado do diagnostico levantado.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: