Lisboa - José Luís Pascoal, o primeiro secretário do comité de especialidade dos médicos de Luanda do MPLA, José Luís Pascoal (na foto) é apresentando como tendo a intenção de concorrer ao cargo de bastonário da Ordem dos Médicos de Angola cujas eleições estão marcadas para Fevereiro de 2019.

Fonte: Club-k.net

A sua  pretensão  esta sendo animada nas redes sociais por intermedio de uma declaração de candidatura, que trás como lema “inovar para fortalecer”.

 

Ao total a Ordem dos Médicos de Angola conta com quatro candidatos cujo vencedor irá substituir Carlos Alberto Pinto de Sousa, que está à frente da organização profissional há 11 anos. Os outros candidatos são Miguel Bettencourt Mateus, Mário Fresta, e Elisa Gaspar, a única mulher na disputa.

 

O médico Mário Fresta, igualmente professor universitário, é apontado pela média (Agência Lusa) como um dos favoritos. Consta do seu currículo a participação na elaboração do programa de formação de gestores das unidades sanitárias, iniciado no Lubango, e que se estendeu as outros províncias.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: