Rio de Janeiro – O director geral do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) foi convidado, na primeira semana deste mês, a se tornar membro honorário do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), que também é chamado por seus sócios de “Casa de Montezuma”, com sede principal em Brasília, a capital política da República Federativa do Brasil. 


Fonte: Club-k.net
Ao aceitar o convite formulado pela presidente nacional do IAB, Rita Cortez e pelo director António Laért Vieira Júnior, Diógenes de Oliveira torna-se-á o primeiro jurista angolano a fazer parte desta instituição brasileira que existe desde 1843.



O Club K Angola sabe que o actual diretor geral do INADEC marcou a sua primeira presença a sessão Ordinária do IAB realizada no dia 04 de Setembro, no Rio de Janeiro, conduzida pela presidente nacional do IAB. Rita Cortez, na altura, salientou que “o intercâmbio internacional é muito importante para a Casa de Montezuma”.


Durante o certame, a tribuna do plenário deu a palavra ao jurista. Ao dirigir-se aos presentes, Diógenes de Oliveira ressaltou que “a Lei de Defesa do Consumidor de Angola, que tem semelhanças com o Código de Defesa do Consumidor brasileiro, está sendo aprimorada, uma vez que o nosso país está numa fase de evolução económica e o INADEC sente-se obrigado a melhorar a protecção aos direitos do consumidor”.

 

Diógenes de Oliveira, que antes de assumir o cargo de director geral do INADEC, em Maio deste ano, presidiu por sete anos a Associação Angolana dos Direitos do Consumidor (AADIC), terminou o seu pequeno discurso, dizendo que “vim para aqui, não para trocar experiências, mas, humildemente, para aprender e levar para Angola o conhecimento desta magna Casa, da qual terei orgulho de fazer parte”.



No Brasil, segundo apurou o Club K Angola, o responsável visitou as instalações do IAB, onde foi recebido por António Laért Vieira Junior, como também as do Programa Estadual de Defesa do Consumidor (PROCON) e da OAB/RJ.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: