Luanda - Se o enlace matrimonial da filha cassula do presidente da Assembleia Nacional foi considerado como o «Casamento do ano», tudo aponta que o da sua meia irmã Elizabeth Dias dos Santos poderá ser o «Casamento da Década».

*Ilidio Manuel
Fonte: Facebook

De acordo com fonte bem informada, o nome Elizabeth Dias dos Santos, conhecida pela «Rainha dos Ovos em Angola» vai em breve saltar para páginas dos jornais e das redes sociais porque tem em carteira o seu novo enlace matrimonial, numa festa que promete ser de «arromba» e poderá ultrapassar a fasquia alcançada pela sua irmã mais nova, Lisandra, a protagonista do casamento mais vistoso do ano em Angola.

 

Jurista e empresária de sucesso, «Betty», para os mais próximos, terá confidenciado em seus círculos de amizade que o seu casamento irá superar em termos de grandiosidade o da irmã, que teve lugar há uma semana na Marginal de Luanda, e que contou com a presença do casal presidencial, que, como se sabe, apadrinhou a noiva.

 

Pelo menos dinheiro não falta à «Rainha dos Ovos» e é o que ela tem de mais! Ela é a filha mais velha do primeiro casamento do general Nandó, membro do Bureau Político do MPLA e Presidente do Parlamento angolano.

 

Quarentona, divorciada, a primeira filha de «Nandó» dirige um império empresarial composto por mais de 30 empresas. Dentre estas destacam-se a Fazenda Pérola do Kikuxi, Kikovo, Avikuve, Nutrimex, Solmar, Palma, Kee-Eventos e muitas outras. A empresária é detentora de 60 por cento do mercado de ovos do país, facturando apenas nesta área mais de 8 mil milhões de Kwanzas anualmente. Tem investimentos em diversas domínios, nomeadamente das pescas, comércio e indústria.


Numa entrevista que concedeu no ano passado ao Semanário Valor, que seria retomada pelo Club-K, a empresária, revelou que, contrariamente a Isabel dos Santos, ela não se beneficiou de empréstimos bancários pelo facto de ser filha de quem é.


A riqueza, segundo ela, que possui enquanto empresária é fruto do seu «trabalho e empenho árduo, garantindo com a sua actividade empresarial mais de mil empregos de angolanos.


Verdade ou mentira, o facto é que « ambas as duas» empresárias são muito ricas, tiveram em comum o negócio dos OVOS. Pena é que elas não partilhem os segredos da «multiplicação dos ovos» para que mais angolano possam chegar também à fortuna e à satisfação material e espiritual. Felicidade aos nubentes!



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: