Malanje - O candidato a presidente da UNITA, Alcides Sakala, defendeu nesta segunda-feira, em Malanje, uma disputa eleitoral fundada no confronto de ideias e serenidade entre os militantes daquele partido, quando falta menos de um mês para o seu 13º Congresso Ordinário.

Fonte: Angop

Em declarações à imprensa, à margem da apresentação das linhas de força da sua candidatura junto dos militantes em Malanje, o político sublinhou a necessidade de colocar o partido em primeiro e encarar o Congresso, a ter lugar de 13 a 15 de Novembro próximo, como uma festa da democracia interna.

 

Alcides Sakala entende que a apresentação de candidaturas múltiplas para o cadeirão máximo da UNITA é uma antevisão do que se pretende para o país, quanto ao aprofundamento da democracia e reconciliação nacional.

 

Aos da UNITA, assegurou que a sua campanha será regida por princípios como a integridade, unidade e acção para a vitória, tendo como foco os desafios imediatos, designadamente as eleições autárquicas (2020) e as gerais (2022).

 

A presidência da UNITA, ocupada por Isaías Samakuva desde 2003, é disputada por Abílio Kamalata Numa, Adalberto da Costa Júnior, Alcides Sakala Simões e José Pedro Kachiungo.

 

Por decidir está a candidatura de Raul Danda, por não reunir alguns dos requisitos exigidos pela comissão eleitoral.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: