Luanda - Não passou de especulação as informações postas a circular em alguns órgãos de comunicação social, segundo o qual, o ancião de 82 anos, falecido após ter sido diagnósticado com a Covid-19, teria sido diagnosticado ou recebido tratamento médico na Clínica Caridade.

Fonte: Clínica Caridade

Ao contrário do que se propala, o idoso atendido pela Clínica Caridade recebeu tratamento médico, pela primeira vez, no dia 24 de Abril, tendo-lhe sido diagnosticado uma nasofaringite.

 

Após a consulta regressou para casa e voltou à Clínica no dia 4 de Maio para nova consulta. Na sequência do tratamento de que estava a ser alvo, o ancião voltaria a ser observado e medicado na Clínica Caridade no dia seguinte, ou seja, dia 5 de Maio, em virtude dos resultados de bioquimica que estariam prontos nesse mesmo dia (5 de Maio).

 

Este mesmo doente consultado pela Clínica Caridade, e que pode estar a ser confundido com o ancião de 82 anos falecido por Covid-19, na altura em que recebeu atendimento médico na Clínica Caridade, não apresentava qualquer sintomas da Covid-19 e muito menos os exames tinham revelado infecção pelo novo Coronavírus, facto que deixa a direcção da Clínica incrédula com as informações que associam o doente falecido à unidade hospitalar.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: