Luanda - Um membro do Bureau Político do MPLA acusou positivo num teste de Covid-19, disse à Angop o secretário de Informação da formação partidária, Albino Carlos.

Fonte: Angop
De acordo com a fonte, o cidadão infectado, cuja identidade se omite por motivos de privacidade, fez um teste “aleatório”, quando pretendia, por razões de "força maior", deslocar-se de Luanda para uma província.



Albino Carlos acrescentou que, por um imperativo de saúde pública e o que está plasmado nas normas da Organização Mundial da Saúde (OMS), as autoridades sanitárias angolanas testarão todos os membros do BP do MPLA, que participaram da última reunião da formação partidária.


Por seu turno, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, disse também à Angop que o infectado é “assintomático” e que, como medida de saúde pública, todos os seus contactos serão rastreados.


Sílvia Lutucuta anunciou ainda que estão já programados rastreios em massa em muitos locais, com particular incidência nos mercados luandenses, a partir desta quarta-feira, e que continuarão os rastreios nos bancos de urgência dos hospitais.

 

Angola contava, até às 19 horas de segunda-feira, com um total de 353 casos positivos, dos quais 19 óbitos, 108 recuperados e 226 casos activos, nove dos quais em cuidados especiais e dois em estado crítico, num acumulado em que os casos de transmissão local somam 287.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: