Luanda - A inflação em Angola subiu 24,4% em janeiro face ao período homólogo do ano passado, registando um aumento de 1,5% face à subida dos preços registada em dezembro, divulgou o Instituto Nacional de Estatística angolano.

Fonte: Lusa

"A variação homóloga situa-se em 24,41%, registando um acréscimo de 6,46 pontos percentuais com relação à observada em igual período do ano anterior", lê-se na nota hoje divulgada em Luanda.

"Comparando a variação homóloga atual com a registada no mês anterior (dezembro de 2020) verifica-se uma diminuição de 0,68 pontos percentuais", acrescenta-se ainda no texto.

Durante o mês de janeiro, "as províncias que registaram maior aumento nos preços foram Luanda com 1,94%, Cuanza Norte com 1,93%, Lunda Sul com 1,78% e Bié com 1,69%", ao passo que as províncias com menor aumento de preços foram Cuando Cubango e Moxico com 1,46% cada, Cunene com 1,45%, Cuanza Sul com 1,41% e Cabinda com 1,26%.

Olhando para a decomposição das classes que influenciaram o aumento dos preços, o INE afirma que a "classe 'Alimentação e Bebidas não Alcoólicas' foi a que mais contribuiu para o aumento do nível geral de preços com 1,11 pontos percentuais durante o mês de Janeiro, seguida dos 'Bens e Serviços Diversos', com 0,08 pontos percentuais, 'Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção', com 0,06 pontos percentuais e 'Habitação, Água, Eletricidade e Combustíveis', com 0,05 pontos".



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: