Luanda - No âmbito das boas relações de cooperação e de consultas bilaterais entre Moçambique e Angola os presidentes dos dois países mantiveram um contacto telefónico este domingo e um dos assuntos principais foi a situação do Corovanavírus.


Fonte: Lusa

Filipe Nyusi e João Lourenço abordaram também a situação dos insurgentes em Cabo Delgado e ficou a promessa de os dois países juntarem esforços para o combate ao terrorismo naquela província localizada no norte de Moçambique.



João Lourenço mostrou-se preocupado com atual situação da COVID-19 nos dois países tendo anunciado a oferta de um tanque de oxigénio para doentes em Moçambique.


«Um cargueiro com um tanque de oxigénio para sustentar a respiração dos doentes infetados pelo Coronavírus parte esta segunda-feira de Angola para Moçambique», anunciou e agradeceu Nyusi numa nota de imprensa.


Moçambique tem um cumulativo de 49.451 da COVID-19 dos quais 525 óbitos, 31506 recuperados e 17.416 casos ativos ate ao último sábado.



Angola regista 20.329 casos, com 491 óbitos, 18.790 recuperados e 1.048 activos (actualização de sábado).

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: