Lisboa – O diplomata norte americano Tulinabo S. Mushingi,  está em vias de ser confirmado ainda este ano, como o próximo embaixador dos Estados Unidos da América em Angola, substituindo Nina Maria Fite, apontada desde Novembro de 2017.

Fonte: Club-k.net

Nascido na República Democrática  do Congo

A intensão, segundo dados que o Club-K teve acesso, foi apresentada esta quinta-feira (15) pelo novo presidente Joseph Robinette "Joe" Biden Jr quando anunciava a escolha de nove diplomatas de carreira do serviço estrangeiro norte americano que deverão ser nomeados como representantes dos Estados Unidos no exterior.

 

Nascido na República Democrática  do Congo, Tulinabo S. Mushingi,  o futuro embaixador plenipotenciário e extraordinário em Angola, irá acumular as funções com as de chefe da missão diplomática do seu país, junto a República de São Tome e Príncipe.

 

Tulinabo S. Mushingi que é doutorado pela Universidade de Georgetown, exerce actualmente as funções de Embaixador no Senegal e na Guiné-Bissau desde que foi nomeado por Donald Trump em Fevereiro de 2017. Antes desta nomeação, o Dr. Mushingi serviu como Embaixador no Burkina Faso de 2013-2016. O Embaixador Mushingi serviu como Secretário Executivo Adjunto no Secretariado Executivo e Diretor Executivo do Escritório Executivo do Secretário de Estado de 2011 a 2013. Já serviu igualmente como Chefe Adjunto da Missão na Embaixada dos EUA na Etiópia de 2009 a 2011.

 

Consta ainda na sua folha de serviço, as funções de embaixador em Kuala Lumpur, Malásia; Maputo, Moçambique; Casablanca, Marrocos; Dar es Salam, Tanzânia; passagem pelo Bureau de Inteligência e Pesquisa; pelo Bureau de Assuntos de Organizações Internacionais e o Bureau de Recursos Humanos.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: