Luanda - Gostamos de pensar que é apatia ianque, alheamento europeu, desactualizacão na gestão das Nações Unidas em suma, distanciamento branco ante a brutalidade negra.

Fonte: Club-k.net

Ao mesmo tempo, os que deveriam estar na mira de Haia ou do TPI, têm o discurso afinado no sentido da acusação de ingerência por motivos raciais, num papo bem articulado entre a zona do mal, apoiado por idiotas que afirmam não haver soluções brancas para problemas negros.


Os brancos só têm de bom para a "humanidade" o combate ao terrorrismo, a venda de meios letais para subjugação e, claro está, a cegueira aos factores que geram instabilidade. Nisso, sejam anglo-saxónicos, gauleses, bávaros ou outros, são gente porreira! Observam eleições cujos processos eleitorais desconhecem. Boa!


Os criadores dos smart-tudo são incapazes de detetar fraudes, desde que se revezem entre si, o fornecimento de bens, a exploração de recursos e a venda de recursos opressivos.
Apenas nós?


Sectores na américa latina, na ásia, na europa e infalivelmente em àfrica, dependem de uns poucos para a realização dos seus próprios objectivos ao mesmo tempo que clamam igualdade nisso e naquilo, transformando-se em carga à mais para as molas alheias. Algum dia teriam que quebrar e permitir o ansiado por todas as perversões:

Ou permites ou vou a China!


Laurindo Neto
2021.Jl.23



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: