Lisboa - O Ministro das Relações Exteriores, Téte António, assinou esta semana o despacho de exoneração de Elsa Antónia Roque Caposso Vicente do cargo de Directora de Recursos Humanos (DRH) da instituição, e num outro despacho nomeou para o seu lugar, Luís Filipe Alonso do Amaral  Galiano (na foto), um referenciado embaixador de carreira que até 2018, exerceu funções de  Cônsul Geral de Angola em Faro, Portugal.

Fonte: Club-k.net

MINISTRO PÕEM  ORDEM NOS RECURSOS HUMANOS 

A exoneração de Elsa  Roque Caposso Vicente acontece duas semanas depois de ter recebido a visita de uma delegação da Inspeção-Geral da Administração do Estado (IGAE), que visou  apurar praticas de  irregularidades no gabinete que dirigia  desde 2020.

 

Licenciada em Ciência de Computação, Caposso Vicente é quadro do ministério das telecomunicações de que foi consultora tendo se transferido para o MIREX, ao tempo do Ministro George Chicoty para chefiar a Direcção de Telecomunicações e Tecnologias de Informação. Em 2020, o ministro Téte António decidiu dar lhe a oportunidade para chefiar o gabinete de  recursos humanos.

 

No decurso das suas funções foi identificada como responsável de tensões internas, e de ter   posto fim ao concurso público de acesso na carreira diplomática, aberto pelo MIREX em 2019, gerando constrangimentos e irregularidades nas nomeações.

 

Em Julho passado o ministro Téte António,  chegou a ser referenciado como “fortemente agastado” com a exonerada directora, por se sentir desautorizado, não obstante a recepção de reclamações de alegadas irregularidades que lhe eram imputadas. Ao dar descontinuidade da ferramenta de transparência para ocupação das vagas de rotação nas Missões Diplomáticas, foi observado que funcionários que já estavam na reforma voltaram a ser nomeados, e por outro lado, a directora demissionária  terá marginalizado cerca de 40 funcionários deixando-os em casa sem os seus respetivos ordenados.

 

Imputam-lhe igualmente favorecimento nas nomeações de pessoas  alheias ao MIREX ou outras com laços de familiaridade com a sua rede de amizade. O caso mais emblemático foi o atendimento, de um pedido do embaixador de Angola nos Emirados Árabes Unidos, Albino Malungo, para nomeação de uma jovem do Ministério da Geologia e Minas para exercer funções de adida administrativa.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: