Luanda - Desta vez, em caso de vitória, o MPLA vai festejar com Cabidela. E não será uma cabidela qualquer. É cabidela de Galo branco. Pelo menos, é a proposta do presidente do MPLA, que quer ter em Agosto, como Prato principal, o Galo.

Fonte: Club-k.net

Segundo promessa de JLO, no almoço da vitória, vão saborear o Galo sem penas.


Pois é, é a história do Galo branco do Cuando Cubango. Como historiador, homem formado em História, o presidente João Lourenço sabe, mas prefere ignorar, que, para a cultura dos povos bantu, especificamente o povo Nganguela, a cor branca significa Paz, alegria, benção etc. É a cor branca que dá as boas-vindas aos visitantes. Se o Presidente da República, João Lourenço, a quando da sua visita ao Cuando Cubango, não foi recebido pelo branco do povo das terras do rei Mwene Vunongue, deveria fazer as devidas leituras da mensagem que as populações quiseram passarar ao não se manifestarem culturalmente com o simbolismo do branco.


Os Nganguelas receberam Adalberto Costa Júnior dando-lhe as boas-vindas, oferecendo-lhe um galo branco, símbolo de paz e do amor ao visitante. JLO, raivoso, por não ter sido recebido como manda a tradição, promete, aos seus militantes, comer o galo branco oferecido pelo povo do Cuando Cubango ao ACJ.

Quando se joga tão baixo ao mais alto nível, o que se espera das bases?

Luanda, 25 de Junho de 2022.

Gerson Prata



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: