Lisboa - Uma delegação enviada à Barcelona pelo Presidente da República, João Lourenço,  viu-se com dificuldades em convencer os familiares do antigo Presidente José Eduardo dos Santos, para que cedam o corpo do estadista a fim de ser enterrado, em Luanda.

Fonte: Club-k.net

Chefiada pelo ministro de Estado e Chefe da Casa Militar, general Francisco Furtado, a delegação foi confrontada com a primeira realidade:  A decisão final cabe unicamente  aos filhos do malogrado.

 

Nesta reunião de sábado, a delegação governamental teve  como interlocutores a antiga primeira dama, Ana Paula dos Santos, a filha Joseane dos Santos, e a irmã do malogrado Marta dos Santos. A primogênita Isabel dos Santos participou por vídeo conferência, já a outra filha, Tchizé dos Santos recusou tomar parte da mesma. 

 

As autoridades angolanas admitem que o assunto não esta a ser fácil tendo em conta que não estao a identificar acolhimento por parte das filhas mais velhas de JES, que tem a decisão final. Uma é que tem o nome como responsável pela tutela de JES em Barcelona, e outro foi quem moveu três processos criminais que enquanto as investigações não forem concluídas, o corpo não poderá sair do território espanhol. As filhas mantem firme na sua posição de enterrar provisoriamente o corpo em Barcelona.

 

Na ausência de consensos, a equipa do governo recomendou a família para que aproveitassem o dia de domingo (10) para sentarem e analisarem as propostas do executivo, para que no inicio da próxima semana as negociações reatam.

 

Paralelamente, há informações indicando que o governo angolano tenciona enviar a Barcelona, um outro reforço, neste caso o embaixador de Angola em Moçambique Brito António Sozinho, amigo pessoal de JES, desde o Sambizanga, para ajudar a convencer a Tchizé dos Santos, a considerar das suas posições.

 

Enquanto decorrem as negociações em Barcelona, o governo provincial de Luanda, esta a preparar o local que irá acolher o velório do antigo Presidente de Angola.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: