1. A conquista da Independência Nacional, no dia 11 de Novembro de 1975, foi o culminar da luta de todo o nosso Povo, uma luta que conheceu várias etapas, onde se experimentaram diversas modalidades e se destacaram inúmeros protagonistas.


2. No dia 11 de Novembro de 1975, rompemos, finalmente, e em definitivo, as amarras que nos asfixiaram durante 5 séculos, encetando um novo percurso. Tomámos, assim, nas nossas mãos, a responsabilidade pela definição do nosso próprio destino.

 

3. Infelizmente, o modo como acedemos à Independência não foi o sonhado por todas as gerações de Angolanos e Angolanas que se bateram, com denodo e abnegação, por esse dia tão esperado.


4. O 11 de Novembro de 1975 encontrou o Povo Angolano profundamente dividido, praticamente com cada um de nós entrincheirado nos limites estreitos das suas convicções e afinidades políticas. Fruto das contingências da época e da ambição de poucos, desvalorizamos o bem maior que era a unidade e solidariedade entre os Angolanos.


5. Não foi possível, de imediato, iniciarmos a construção de uma Pátria Una e Indivisível, onde todos coubéssemos sem distinção. A Guerra que se seguiu ao Dia da Independência produziu resultados nefastos e com reflexos de muito longo prazo, ao ponto de vermos prolongado o sofrimento do Povo Angolano por mais 27 anos.

 

6. Hoje, 8 anos depois do fim da Guerra Civil, e não obstante a Paz Militar, sentimos que nos faltam Paz Civil e Paz dos Espíritos, condições essenciais para pudermos, como Um Só Povo, trilhar os verdadeiros caminhos do desenvolvimento.


7. O Bloco Democrático, partido político herdeiro de um património histórico de luta pelas causas mais profundas dos Angolanos e das Angolanas, constituído como uma verdadeira e sólida federação de democratas apostados num futuro melhor para o nosso país, saúda todo o Povo Angolano por mais este Dia Glorioso.

 

8. O Bloco Democrático promete que tudo fará para que os tempos vindouros sejam de Paz, Concórdia e Progresso, com o concurso de todos, sem exclusões nem discriminações.

 

9. Viva a Independência Nacional! Glória aos que por ela tudo fizeram, dando o seu melhor!


     Luanda, 09 de Novembro de 2010.

 

O Presidente do Bloco Democrático


Justino Pinto de Andrade



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: