Ao
Sr. Administrador de Viana, José Moreno e PCA da EDEL, José Manuel (na foto)


Excelentíssimos


Após termos escrito uma missiva ao Senhor Ministro do Interior, Dr. Sebastião Martins,
Este excelente dirigente, qual sábio, prontificou-se em enviar até ao nosso sector (4), a primeira Comandante Provincial da Polícia de Luanda, a respeitada e Excelentíssima Senhora Eleizabeth Frank Rank.


Em cumprimento das ordens que recebeu do Ministro do Interior, a Comandante constatou dos moradores (do Km 14A, Campo d´Ourique, sector 4, do futuro Condomínio Viana Village até as bombas de Combustível, Pumangol), que a situação é muito mais perigosa, pois com a ausência total de efectivos da Polícia, temos sofrido ondas de assaltos sem fim às nossas residências, violações das nossas mulheres e filhas por parte dos meliantes, bem como assaltos de automóvel no período nocturno, na nova e escura estrada da Comarca. 

 

Comovida que ficou com as informações que recebeu dos populares, a Comandante, prometeu-nos que o corporação construirá uma esquadra policial, a ser edificada no fontenário de reservatório de água, sito na primeira entrada asfaltada, da estrada nova da Comarca de Viana, por aquela área ser uma das mais atingidas pelos assaltantes, na calada da noite, com o agravante de ser extremamente escura, e devido ao facto de os bandidos até treparem nos cajueiros a espera da primeira vítima, uma prática recorrente.

 

Depois de ouvirmos a promessa da Comandante, que nos visitou com uma delegação, compostas por responsáveis para a Ordem Pública, Planeamento, o Comandante de Viana e outros, a população não parava de jubilar de alegria, e com assobios de satisfação.


Pela gravidade da situação, a Comandante, até disponibilizou o seu número de telefone, para a contactáramos em casos extremos. Que grande exemplo de líder!

 

Sr. Administrador,

A Comandante, até questionou o motivo que leva o Sr. Administrador a não responder as inquietações dos populares, uma vez que o assunto já é do seu conhecimento, não só através da rádio Viana, mas também através de cartas que os moradores têm enviado na Administração.

 

Sr. Administrador,

Durante o encontro, os moradores questionaram que a Polícia, poderá proteger a população durante o dia, mas o mesmo não poderá acontecer no período nocturno, pois, as noites a área é extremamente escura, e propicia a prática de assaltos, violações, até mesmo a deposição de cadáveres, trazidos de outros locais.

 

Sr. Administrador,

Será que este sofrimento a que estamos submetidos não o Comove? Será tão difícil assim mandar instalar PTs ou Cabines eléctricas maiores para que toda a população tenha acesso a energia eléctrica, e facilite o Policiamento de Proximidade da Polícia?


Sr. Administrador,

Em Junho do corrente, o Senhor inaugurou Pts e Cabines nas ruas de baixo no âmbito do Programa Sábado-Azul e Amarelo da EDEL, mas antes daquela data, nós já havíamos escrito uma carta ao Senhor Administrador, onde expúnhamos as ondas de assaltos que vínhamos sofrendo principalmente no período nocturno. Infelizmente o Senhor ignorou o nosso sofrimento, e não fomos contemplados com energia eléctrica.
 
Na altura, através das informações que tivemos acesso, denunciamos - um dos nossos direitos Constitucionalmente consagrados - que os membros da Comissão de Moradores, liderados pelo Senhor Nelson, o Presidente da Comissão de Moradores, e os senhores Nando e Rui (mulato), estavam a inviabilizar o seu plano e da EDEL de expandir a energia até ao nosso sector, pois segundo constatamos, o senhor Nelson e Rui, instalaram no fontenário junto da Comissão de Moradores, um PT privado, que comercializa energia eléctrica a preços extremamente especulativos. Só o contrato, para aceder a energia daquele PT, está no valor de 1200 USD.

O Senhor Nelson, fomos informados por pessoas próximas a ele, que em meios privado, diz gozar de boas amizades com o Administrador de Viana, por isso, o sector 4, enquanto ele for o Presidente da Comissão de Moradores, não terá energia da EDEL, e que todos os populares, serão obrigados a aderir ao seu PT privado, pagando os 1200 USD para o contrato, além de o interessado ter de comprar os paus e os cabos.

Fomos também informados que, um dia depois de a Comandante ter nos visitado (segunda-feira), o Senhor Nelson, continuou e continua a vender energia eléctrica do seu PT, e promete que este Posto de Transformação, jamais será confiscado, pela EDEL.

 

Senhor Administrador,

Deslocamo-nos até aos outros sectores, e notamos que neste momento os Chineses estão a montar Postos para a instalação de rede de distribuição de energia eléctrica, mas o nosso sector, até hoje (11.10.11), fomos informados pela Comissão que não será abrangido.

 

Senhor Administrador,

Até quando continuará o nosso sofrimento?,

Porque o seu silêncio ante as nossas aflições?

Não temos direito a este bem precioso que é de todos os angolanos sem excepção?

Será que o Sr. Nelson é seu parente? e por isso o Senhor nada pode fazer?
Será que teremos de escrever para o Presidente da República a solicitarmos a instalação de
PTs ou Cabines eléctricas para fornecer energia eléctrica no nosso sector 4?

Ou teremos que recorrer aos Deputados para levarem o assunto na Assembleia da República?

Ou no sector não vive nenhum parente seu, e por isso o nosso sofrimento não toca a sua sensibilidade?

 

Ao PCA da EDEL, o Senhor, José Manuel?


O Pt destes senhores, Nelson e Rui (branco) quando é que será confiscado pela EDEL?

Excelências,

Nós continuaremos a escrever, e a denunciar as práticas que mancham o bom-nome do Executivo, até onde for possível.


Cientes de que talvez o assunto desta vez toque a Vossa sensibilidade, agradecemos e  queiram aceitar os nossos Respeitosos Cumprimento.


Luanda, aos 11 de Outubro de 2011.


Os moradores de Viana, Km 14 A, sector 4, Campo d´Ourique, do futuro Condomínio Viana Village, Quinta Bangawé (Oficina de reparação de bombas injectoras), estrada nova da Comarca, até as Bombas de combustível Pumangol.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: