Luanda - O presidente norte-americano, Joe Biden, indicou "a intenção de nomear" Abigail L. Dressel como nova embaixadora em Angola, segundo um comunicado da Casa Branca.

Fonte: Lusa

O atual embaixador, Tulinabo Mishingi, só termina o seu mandato em março de 2025, mas o processo, que implica ainda a confirmação do Senado dos Estados Unidos antes de Abigail L. Dressel ser formalmente nomeada, foi já iniciado pela Casa Branca.

 

Tulinabo Mishingi foi indicado por Biden em 19 de abril de 2021, e confirmado pelo Senado em 18 de dezembro de 2021, tendo apresentado as cartas credenciais ao Presidente de Angola, João Lourenço, em 09 de março de 2022.

 

Abigail L. Dressel, que deverá ser a próxima embaixadora em Angola e São Tomé e Príncipe, é diplomata de carreira, com o posto de ministra conselheira, e é atualmente vice-chefe de missão na embaixada norte-americana de Buenos Aires, na Argentina.


Anteriormente, passou também pelas embaixadas de Maputo (Moçambique) e foi conselheira nas embaixadas de Colômbia e Brasil.

 

Desempenhou também atividades diplomáticas nas embaixadas de Lisboa, Lima (Peru) e San Salvador (El Salvador) e fala fluentemente espanhol e português.