AO SENHOR COMANDANTE GERAL DA POLICIA NACIONAL

Luanda - De algum tempo a esta parte atendendo aos meus afazeres profissionais tenho estado na Divisão de Policia do Kilamba Kiaxi, na condição de assistente. Nos últimos dias tenho verificado no local uma grande correria no embelezamento do local, no que consiste a pintura dos passeios, lavagem de paredes e quartos de banhos, arrumação de mobiliários até a montagem de ar condicionados. Como quem nada quer, fui puxando conversa com alguns elementos que lá funcionam, fiquei então a saber que tudo era por causa de uma visita que se ira efectuar nos próximos dias pelo senhor Comandante Geral. Sinceramente tal informação entristeceu-me bastante.


Então a higiene de um  órgão como aquele só é feito quando vislumbra-se uma visita de uma entidade como o Comandante Geral?

Será que o pessoal que ai funciona apenas pode sentir-se confortável com ar condicionados quando há visitas?

Outra coisa que ressalta a vista é que as coisas só não são feitas quando não existe vontade, senão senhor Comandante ajude-me a clarificar as ideias. Como é que o Comando Provincial de Luanda da Policia Nacional e a Divisão da Polícia do Kilamba Kiaxi, encontraram dinheiros para tanto?

Não estarão estes senhores (Comandante Provincial de Luanda e da Divisão do Kilamba Kiaxi ) a tentarem justificar as verbas que lhes são alocadas? Mostrando ao senhor de que realmente os dinheiros tem sido aplicados para as tarefas pelos quais são atribuídos?

Caro senhor com todo respeito, sou de opinião que tais visitas não fossem anunciadas, mas sim feitas em surpresa, aí então poderia ver o quanto é lamentável e difícil a situação de muitos cidadãos que procuram os serviços da Polícia, onde o interveniente nem uma cadeira tem para se sentar.

É triste observar que os Agentes de Investigação os computadores que utilizam são adquiridos com meios próprios, e os que não conseguem ainda utilizam máquinas dactilografas ou manuscrevem os autos .

É triste ainda saber que os funcionários para a melhoria das suas tarefas tem de adquirir  materiais gastáveis e nem o piquete que deveria ser o espelho tem as condições exigíveis em termo de mobiliário.

Hoje senhor Comandante. Vejo que realmente as verbas chegam ao Comando Provincial, só que o destino, este é que é escuro, escuro como o alcatrão, sem possibilidades de branquea-lo. Sabe porquê senhor Comandante? Porque não existe a fiscalização, a prestação de contas e a responsabilização.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: