Luanda - O antigo Comissário Nacional da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola, Manuel Pinheiro, apelou ao Presidente da Republica a não dar posse ao candidato declarado vencedor para a posição de juiz conselheiro do Tribunal Constitucional (TC) para o qual a sua candidatura foi rejeitada.

*Coque Mukuta
Fonte: VOA

O TC aprovou recentemente a nomeação de Carlos Alberto Bravo Burity como juiz conselheiro do tribunal e rejeitou cinco candidaturas.

 

Um desses candidatos, Manuel Pinheiro foi rejeitado porque alegadamente o seu diploma de mestrado não estava reconhecido pelo Presidente da República.

 

Pinheiro pediu a revisão do processo e avisou que a nomeação de Burity poderá ser impugnada caso o João Lourenço confirme a sua nomeação.

 

“Esperamos que o Presidente enquanto alto mandatário da nação não seja enganado”, disse Pinheiro.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: