Luanda – A decisão do Presidente da República, em exonerar esta semana Osvaldo Victorino João, do cargo de Secretário de Estado para as Finanças e Tesouro está a ser descrita como “surpresa para todos”, embora fontes consultadas apontam que o mesmo tenha sido afastado na sequencia de pressões que o associavam a cobertura de uma rede interna envolvida em burocracias.

Fonte: Club-k.net

De acordo com antecedentes, o Secretário de Estado para as Finanças e Tesouro estava a ser implicado de ter dado cobertura a um alto funcionário Carlos Vasconcelos, que por sua vez, fora mencionado nas burocracias de esquemas de pagamentos de dividas a uma construtora portuguesa (Casais) em troca de contrapartidas. Muito próximo a ministra Vera Daves, Carlos Vasconcelos foi o coordenador  do Grupo Técnico de Apoio ao Credor do Estado, tendo competências sobre pagamentos da divida pública.


Segundo fontes do Club-K, na sequencia de reclamações existentes, alguns sectores do regime vinham pressionando o afastamento de Carlos Vasconcelos, o que foi feito mas por outro lado foi colocado como assessor do Secretário de Estado para as Finanças e Tesouro, Osvaldo Victorino João. A sua colocação como “assessor” terá deixado mal o Secretário de Estado, que acabou sendo visto como seu protector. Há informações de que “grupos de pressão” no seio do regime terão solicitado o sacrifício de mais cabeças, observando por outro lado resistência na ministra, que é agora citada como “surpreendida” com a exoneração de Osvaldo Victorino João.


O ministério das finanças é um dos mais sensíveis pelo que tem merecido a atenção do palácio presidencial. Uma das figuras do palácio presidencial tida como não alheia, a este ministério é o diretor do gabinete do PR, Edeltrudes Maurício Fernandes Gaspar da Costa que ai colocou uma “sobrinha” Mirian Estrela Mendes Custódio Ferreira que até pouco tempo exercia  as funções de Directora Nacional do Tesouro. Mirian Ferreira trabalhou antes como Chefe do Departamento de Contabilidade de uma empresa (“Nestlé Angola”) onde Edeltrudes Costa tem interesses.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: