Luanda - Quem esteve presente na Sala de Espetáculos do Royal Plaza Hotel, na passada sexta feita, 9 de abril corrente, teve a oportunidade de assistir um concerto simplesmente, memorável.

*Oliveira Eduardo Beny
Fonte: VOA

Estávamos todos conscientes da grande responsabilidade que pesava sobre os ombros de Yuri da Cunha, ao decidir interpretar o maior expoente da música angolana: Alberto Teta Lando.


Durante cerca de duas horas e meia de espetáculo, Yuri da Cunha fez uma viagem pelos maiores sucessos daquele que foi disco de ouro em 1974 para a categoria de LP mais popular. Neste ano, Alberto Teta Lando foi considerado o musico mais popular de Angola. A unanimidade na atribuição do LP mais popular de Angola, no dia 3 de Março de 1975 foi o ponto mais alto da carreira desta grande figura.


António Macedo representante da Emissora Oficial de Angola na época, considerou que a atribuição do título de disco de ouro à Alberto Teta Lando era extremamente incentivador para os autores, compositores e interpretes. Considerou igualmente que a entrega do prémio à ATL era perfeitamente merecida.


Já Carlos Lamartine, na altura, considerou a atribuição do prémio a Alberto Teta Lando como um reconhecimento aos músicos de Angola em relação aos melhores trabalhos, como forma a permitir maior aderência e aculturação no campo artístico angolano.


Enquanto que Luciano Rocha do Diário de Luanda na altura, lamentou pelo facto do reconhecimento a Teta Lando ter chegado tarde.


Cremilda de Figueiredo, na qualidade de representante da Rádio Clube de Angola, realçou que a ideia de atribuição do prémio de Disco de Ouro a Teta Lando, era optima e espelhava um grande incentivo aos músicos de Angola da época.


Na sala do Royal Plaza, Yuri da Cunha, de forma muito segura percorreu pelos maiores sucessos de Alberto Teta Lando como: N`toyo, Irmão Ama o teu Irmão, Cecilia, Mumpiozo, Quimbemba, Eu vou voltar, Menina de Angola, Reunir, Menina de Nove Anos, Angolano Segue em Frente, Pele Escura, etc. só para citar alguns.


Yuri da Cunha ao fazer esta “viagem” pelos maiores sucessos de Alberto Teta Lando, para além de cantar e encantar os presentes na sala, foi o responsável pelos fortes momentos de emoção registados no espaço. Foram muitos os momentos de emoção porque as músicas de Teta Lando são sempre acompanhadas de mensagens de apelo a irmandade, fraternidade, paz, amor e sobretudo a união e a solidariedade entre os irmãos Angolanos.


Tal como Teta Lando nas suas composições apelou insistentemente para o amor a terra mãe Angola, Yuri da Cunha durante vários momentos de actuação, fez referência sobre a necessidade de todos angolanos cultivarem o amor e a solidariedade entre os irmãos da mesma terra. Yuri pediu aos angolanos para que estejam cada vez mais unidos em relação aos desafios que o País enfrenta.


YC, solicitou também maior reconhecimento aos músicos angolanos que no passado deram o seu contribuído, como são os casos de Marito dos Kiezos e o percussionista Joãozinho Morgado etc.


Para Yuri da Cunha, é enquanto vivas que as pessoas merecem ser reconhecidas e não depois de partirem para a eternidade porque aí já nada interessa. Temos todos a obrigação de fazermos tudo de melhor para a nossa Angola porque só temos esta. Não temos outra terra mãe, senão esta – citou.

É verdade que, YC é mais conhecido como o maior “Show Man” do mosaico cultural de Angola, mas no concerto da passada sexta feira 9.4.2021, superou todas as expectativas em relação a atribuição do estatuto de maior interprete. Yuri da Cunha é simplesmente o maior interprete da actualidade em Angola.


Foi realmente impressionado ver YC cantar letras em Kikongo de forma segura, com grande responsabilidade e sempre bastante concentrado. Trazer para a ribalda músicas escritas a mais de trinta anos com grande entusiasmo e uma grande capacidade de improviso. Voltar a reviver a memória dos presentes passados estes anos todos não é tarefa para qualquer músico.


É preciso dar mérito a quem realmente tem e Yuri da Cunha tem toda legitimidade para Cantar Teta Lando. O momento mais alto da noite foi sem dúvidas quando Yuri da interpretou a música Quimbemba de Alberto Teta Lando. A sala rendeu-se ao grande talento do rapaz do Cuanza Sul e aplaudiu de pé durante cerca de dez minutos.


Um dos nossos problemas em Angola é que valorizamos quem não tem valor. E aqueles que realmente têm valor, nós não valorizamos. É desta forma que Yuri da Cunha apelou aos presentes no sentido de passar haver maior reconhecimento a quem realmente trabalha.


Certamente que YC trabalha muito para atingir os níveis que atingiu ao longo dos anos.

Depois do grande trabalho discográfico Cantar Artur Nunes e agora esta grande homenagem ao maior expoente da musica angolana Alberto Teta Lando, somos todos convidados a render homenagem a este grande filho de Angola Yuri da Cunha.


Parabéns ao grande Yuri e que Deus o abençoe. Obrigado por tudo que vens fazendo pela música angolana. Ngasakidila, Tutondele, estamos juntos.

Bem haja....

*Mestre em Governação e Gestão Pública

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: